Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sexta - 02 de Abril de 2010 às 16:33
Por: Aladir Leite Albuquerque

    Imprimir


Jesus Cristo veio ao mundo em missão. Jesus veio para servir. O seu sofrimento na cruz do calvário foi grande, mas frente à eternidade da vida do espírito este sofrimento não passa de um segundo. Como dizia o apóstolo Paulo: ter bondade é ter coragem.

Mas para entendermos porque Jesus chegou a este ponto já tão fraco em termos de vida terrena, temos que lembrar alguns acontecimentos anteriores.

Jesus foi preso numa noite de quinta-feira, após o término de uma oração feita no jardim das oliveiras segundo as escrituras.

Depois levado pelos soldados romanos e interrogado pelos sacerdotes Judeus.

Ali passou a noite até que de manhã foi levado até Pilatos, o chefe romano da região. Nesta noite você acha que Jesus dormiu?

Você acha que Jesus recebeu água ou alimento? Quantos tipos de maus tratos Ele sofreu diante dos soldados romanos?

Os Evangelhos não revelam estes dados a não ser um tapa que levou no rosto de um soldado ao responder ao sumo sacerdote quando Ele disse: Se falei mal, dá testemunho do mal, mas se falem bem , porque me feres?

Mas podemos imaginar que foram momentos tensos e terríveis para o Divino Mestre, pois estava no meio de pessoas que O odiavam, que queriam matá-Lo. Estes soldados devem tê-Lo feito passar fome e sede, devem ter batido Nele, zombado, escarnecido, injuriado, chicoteado, e por fim cuspiram em seu rosto.

Já na manhã de sexta-feira Jesus é levado até Pilatos. Tem início o julgamento que termina com Sua condenação e crucificação no período da tarde.

Entre o início da manhã e o início da tarde o Divino Mestre deve ter ficado sem água, sem comida, mesmo assim foi submetido a todo tipo de perguntas, ameaças e humilhações.

E antes de ser flagelado vestiram-No com um manto de rei, só para humilhá-Lo ainda mais. Aí encontramos quatro situações que debilitara sua saúde, sendo sede, fome, e a flagelação.

Com esta debilitação, Jesus passou, a sentir uma série de reações no organismo que automaticamente atingiria sua energia, aumentando o desgaste físico.

O resultado é que o físico e o mental do Mestre ficaram seriamente abalados. Acredito que com todo esse desgaste Jesus ficou ainda mais desgastado pela decepção e tristeza com o comportamento das pessoas que estavam ali. Esta decepção, horas mais tarde, seria o motivo Dele ter dito: Pai perdoai pois, eles não sabem o que fazem.

Convido a todos a refletir esses momentos, não só na semana santa mais em todos os dias de nossa vida.


ALADIR: - O SERVIDOR EM MOVIMENTO - DIRETOR DE FORMAÇÃO – SINDICAL – SINDES/MT – aladirrocha@gmail.com



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/1418/visualizar/