Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sábado - 06 de Março de 2010 às 17:16
Por: Meire Correia de Santana

    Imprimir


A cada dia, as mulheres vêm ocupando um espaço ainda maior no mercado de trabalho. No mundo jurídico não é diferente. Com profissionalismo, responsabilidade, seriedade, competência, agilidade, versatilidade e sensibilidade única, elas estão cada vez mais requisitadas na área jurídica. São Desembargadoras, Juízas, Advogadas, Defensoras Públicas, Procuradoras do Estado, funcionárias de Secretárias, entre outros cargos, que tem trazido tom mais colorido ao mundo jurídico.

No campo da advocacia, em particular, com a experiência que tenho tido, é mais comum se deparar com a figura de homens liderando os grandes escritórios. Todavia, elas, as mulheres, já começaram a se destacar. Além disso, em muitos dos grandes escritórios liderados pela figura masculina, mulheres e mais mulheres tem dado sustentabilidade jurídica para que eles se destaquem.

Hoje a mulher tem feito a diferença e adquirido a credibilidade no campo empresarial, que, diga-se de passagem, também é quase em sua totalidade liderado pela figura masculina. O porquê dessa realidade? São vários os fatores! Entre eles, as mulheres são minuciosas, tanto em relação aos processos, quanto em questões administrativas. Percebem as questões globais, mas também os detalhes.

Somo a isso, outra peculiaridade das mulheres, qual seja elas são criadas para serem donas do lar, e levam isso para o mundo dos negócios. Elas sabem receber, são anfitriãs por natureza. Com isso, buscam, além da técnica jurídica para o êxito na demanda, criar para o cliente um ambiente confortável, sóbrio e confiável.

As pesquisas comprovam que as mulheres são maioria nos bancos acadêmicos, aumentando assim os números de profissionais disponíveis no mercado. E por mais que no início seja difícil, aos poucos, conforme adquirem experiência, são respeitadas e reconhecidas como advogadas.

Hoje em dia a discriminação contra as mulheres advogadas já não existe, pois com muito trabalho elas conseguiram comprovar o quão boas profissionais são. Isso deixa claro que pessoas do sexo feminino são completamente capazes de realizar um bom trabalho também nessa área. Mesmo assim, acontecem algumas peculiaridades com as advogadas. Muitas das vezes, num primeiro contato com o cliente enxergarmos no seu semblante um ponto de interrogação. Será que dá conta? Todavia, bastam cinco ou dez minutos para, com delicadeza, demonstrarmos a que viemos.

Já na relação com os colegas de trabalho, o que costuma acontecer é que eles prestam muita atenção ao que dizemos. Quando são dois ou mais homens em uma conversa ou discussão, às vezes os ânimos se agitam. Mas quando nós estamos em uma reunião com homens e fazemos uso da palavra, eles ficam em silêncio, nos escutam com atenção. Afinal, é uma mulher falando!!

Enfim, o mundo jurídico que em tempos anteriores era marcado pela presença quase que exclusiva dos sisudos paletós está a cada dia mais enfeitado pelos batons. Viva o dia 8 de março, Dia Internacional das Mulheres!!! Parabéns a todas as mulheres, mães, esposas, trabalhadoras e, em especial, às que se dedicam às carreiras jurídicas.

 

* MEIRE CORREIA DE SANTANA DA COSTA MARQUES, sócia do escritório MEIRE DA COSTA MARQUES Advogados Associados, especialista na área empresarial.

contato@meiredacostamarques.com.br



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/1490/visualizar/