Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sexta - 07 de Agosto de 2020 às 11:09
Por: Camila Delgado

    Imprimir


Bons alimentos não são aliados somente do nosso corpo, eles operam grandes benefícios no cérebro. Numa época de pandemia, na qual somos bombardeados com informações novas todos os dias, nossa mente fica cansada ao receber tantos dados em curto período.

Para nutrir o cérebro e tornar seu desempenho e memória melhores, agora e ao longo dos anos, é importante valorizar alguns nutrientes. Para tanto, destaquei alguns deles que ajudam na longevidade da mente.

Minerais

Selênio: fontes ricas são as famosas castanhas que podem ser usadas em lanches ou mesmo antes de dormir. Elas proporcionam saciedade e energia para o cérebro. Outros alimentos que contem selênio são ovos, atum carne, feijão queijo e aveia.

Zinco: ele o zinco e um potente mineral para a saúde de hormônios como a testosterona. Importe para o desenvolvimento de nervos e neurônios. Pode ser encontrado no chocolate amargo, peixes do mar, vegetais verdes escuros, castanhas.

Bons alimentos não são aliados somente do nosso corpo, eles operam grandes benefícios no cérebro

Ferro – fontes como carnes leguminosas, ovos, esse mineral é fundamental na formação de células sanguíneas, imunidade e também na produção de hormônios.

Coenzima Q10: é encontrada em todas as células do nosso organismo e está diretamente envolvida nos processos de produção de energia.

Sendo fundamental para diversas funções do corpo, é considerada uma substância bioativa. Além disso, é classificada como lipossolúvel, ou seja, é solúvel em gordura. Como visto, a coenzima Q10 pode ser encontrada em alguns alimentos ou na forma de suplementos. É um composto que, com o tempo, tem produção pelo corpo diminuída. Portanto, a reposição pode ser interessante para diversos benefícios.

A coq10 está relacionada à melhora do rendimento físico, sendo importante no processo de produção de energia e vasodilatação por ser capaz de impulsionar o transporte de oxigênio e nutrientes para o músculo.

Por ser um composto presente em todas as células do nosso organismo, também atua na regulação do crescimento e na diferenciação celular. Além disso, a coq10 tem poder anti-inflamatório, antioxidante e ajuda na prevenção da insuficiência cardíaca.

Fontes: abacate, laranja, frutos do mar, couve brócolis, amendoim, peixes, tofu, alimentos integrais

Taurina

A taurina é um aminoácido produzido no fígado a partir da ingestão do aminoácido metionina, cisteína e da vitamina b6 presentes no peixe, na carne vermelha ou nos frutos do mar.

Os principais alimentos ricos em taurina são as proteínas: peixes, frutos do mar como mariscos e ostras. Aves com carne escura, de frango e peru, carne bovina, alguns alimentos de origem vegetal como beterraba, nozes, feijão porém em menor quantidade.

Funções da taurina

As funções da taurina são ajudar no desenvolvimento do sistema nervoso, desintoxicar o organismo facilitando a excreção de substâncias pelo fígado, que não são mais importantes ao corpo, e fortalecer e aumentar a força das contrações cardíacas e protege as células do coração.

O aminoácido taurina tem também uma ação antioxidante, combatendo os radicais livres que danificam as membranas celulares.

Ômega 3

Outro neuroprotetor potente é o ômega 3, além de efeitos anti inflamatórios, ele é responsável pela proteção de neurônios, melhorando a capacidade de memória e energia celular. É encontrado nas leguminosas, folhas verde escuras, camarão, sementes( linhaça, chia), óleos vegetais( azeite),oleaginosas ,peixes, sardinha atum salmão.

Camila Delgado é nutricionista com especialidade em nutrição esportiva.



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/3239/visualizar/