Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Quinta - 23 de Dezembro de 2010 às 02:24
Por: Eduardo Póvoas

    Imprimir


Difícil, pelo menos para mim, entender e administrar este período de fim de ano. Confesso-lhes que nada me deixa incomodado como a desigualdade entre as várias camadas sociais, uns com muito e outros com muito pouco, percebida sobremaneira nesta época.

É sim, tempo de se confraternizar, tempo de se perdoar e tempo de se oferecer o perdão. É sim, tempo de o pai perdoar seu filho, do filho perdoar o pai, da mãe ser referenciada como o coração latente do lar, dos amigos se abraçarem, e acima de tudo, de se dar graças e de se agradecer à Deus por mais um ano de vida e de trabalho.

É Cara, muito pouca gente tem se lembrado de Você! Muito pouca gente se lembra que este período do ano começou a ser festivo por causa da data do Seu nascimento. É por aí Cara, ninguém se esquece da lista de presentes ou de quanto está custando o kilo do bacalhau. É mais fácil se esquecer de Você. Sempre falta na ceia, aquela que Você nos ensinou a fazer, alguns segundos para lhe agradecer por tudo que recebemos e pelo pouco que lhe ofertamos. Pode Cara nessa hora faltar o espírito e o legado a nós passado pos Vós, que com o respeito, com o amor e com fraternidade tudo se constrói, só não pode faltar o vinho, as cervejas e os refrigerantes.

Pode sim Cara, faltar o beijo de carinho entre pais e filhos, entre marido e mulher, entre irmãos e irmãs, entre amigos e amigas, mas não pode faltar o panetone.

Pode sim Cara, faltar a luz que Você nos deixou, aquela que nos momentos difíceis das nossas vidas ilumina nossas estradas muitas vezes esburacadas, mas que sempre nos leva ao porto seguro, só não podem faltar as castanhas e as nozes.

Pode sim Cara, faltar o calor do seu manto nas nossas cabeças, manto este que por inúmeras vezes aqueceu nosso corpo e nossos corações, só não pode faltar a rabanada.

Viu Cara quanta coisa vai encontrar nas nossas mesas? Viu a fartura das nossas ceias? Viu como sabemos construir o momento que só Vós soubestes nos ensinar?

É, por isso que vós sois o Filho de Deus.

É por saber entender essa festa de fim de ano, sempre Lhe colocando em segundo plano, que és o Mestre dos Mestres.

Sendo Vós, o Mestre dos Mestres e diferentemente de mim que não sei entender este período do ano, rogamos, todos nós que colocamos o vinho, as cervejas, as castanhas, e os presentes na sua frente, sua infinita compreensão.

Claro, Papai Noel faz sim muita falta se dentro do seu saco também viesse muitos agradecimentos por tudo que o Senhor nos dá. Que viesse no seu saco para lhe entregar nossos pedidos de misericórdia e sua companhia por toda eternidade.

Pelo seu aniversario cantamos os parabéns suplicando-Lhe que nos compreenda e nunca nos abandone.

Parabéns à Você! Você sim é o CARA!


EDUARDO PÓVOAS

povoas@terra.com.br



Autor

Eduardo Póvoas

EDUARDO PÓVOAS é dentista em Cuiabá

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/820/visualizar/