Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sábado - 11 de Dezembro de 2010 às 12:28
Por: Gabriel Novis Neves

    Imprimir


 

A Universidade Federal de Mato Grosso completa hoje 40 anos de existência. Dia de receber presentes. Seus filhos, espalhados por todo o território brasileiro, com certeza irão homenagear aquela que foi a grande mãe, a grande responsável pela chegada de um novo tempo.

Tempo das oportunidades. Da justiça social, do sonho-realidade, da felicidade - especialmente para as famílias de baixa renda. Da ascensão social, da melhoria da qualidade de vida e da retomada da auto-estima e dignidade da nossa gente. Tempo de desenvolvimento para a nossa capital e Estado. Tempo de esperança.

Neste dia cheio de grandiosas recordações de um recente passado, nada como se reunir com aquele que sempre acreditou na empreitada de trazer para Mato Grosso a nossa UFMT.

O armênio sonhador de Miranda está na Casa - criação máxima das suas realizações. Veio sentir o calor amadurecido dos seus docentes e alunos. Pedrossian receberá da sua universidade do Coxipó, a justa retribuição da sua dedicação pela causa da educação em nosso Estado.

A outorga do título de Doutor Honoris Causa ao Governador da Universidade é um sinal de grandeza demonstrada pela UFMT. Ninguém mais merecedor dessa honraria que Pedro Pedrossian!

O seu papel na educação do Estado de Mato Grosso não dividido, especialmente na criação e implantação das duas universidades federais, será trabalho para os nossos historiadores.

Este evento de hoje será comemorado por toda a comunidade universitária e família mato-grossense. A presença do seu grande idealizador demonstra que, mesmo na adversidade, a vontade política transforma sonho em realidade.

Em 1970, na Base Aérea de Campo Grande, debaixo de forte temporal, foi assinada a Lei Federal nº 5647, pelo então presidente da República Emílio Garrastazu Médici e pelo ministro da Educação Jarbas Gonçalves Passarinho. Esta foi a primeira etapa para a implantação da UFMT.

Pedrossian a tudo assistiu emocionado. Foi a Leia Áurea da juventude mato-grossense!

A segunda e definitiva etapa foi transformar a lei publicada no Diário Oficial da União do dia 12 de dezembro de 1970 em uma instituição moderna de pesquisa, ensino, desenvolvimento e cultura.

Assim nasceu a nossa UFMT.

O filho do armênio mascate convidou o filho de um dono de bar para a honrosa missão de levar conhecimento e cultura para todo o Estado de Mato Grosso.
10 de dezembro de 2010, uma data que marcou o nascimento da nossa UFMT. E digo mais: uma data do eterno agradecimento da UFMT ao seu grande benfeitor – Pedro Pedrossian.

Parabéns UFMT! Parabéns Pedrossian!
E os heróis anônimos que contribuíram para esta grande conquista, recebam também os meus parabéns! 



Autor

Gabriel Novis Neves

foi o primeiro reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); é médico gineco (ginecologista e obstetra)

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/846/visualizar/