Publicidade

Publicado em Sexta - 09 de Dezembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Opinião Os errantes e a reforma ministerial

É o sétimo ministro – Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – a cair na boca do povo e na mira da oposição e dos órgãos controladores, em menos de um ano de governo. Como os outros seis, fatalmente terá de sair pois, culpado ou inocente, não tem mais representatividade e tranqüilidade para o exercício de suas funções. Ficando, corre o risco de, em vez de trabalhar, ter de passar o seu tempo explicando-se. Seria muito importante que, como decorrência dos dissabores vividos nesse período, a presidenta realizasse um pente fino em sua equipe e aproveitasse a mini-reforma ministerial já anunciada para o início do ano, para fazer uma efetiva faxina nos corredores do governo. E que, à sombra do apurado e das possibilidades de outras crises, se necessário, promovesse uma maxi e não uma mini-reforma.
Leia mais...

Opinião Brasil, presidencialista ou parlamentarista?

Publicado em Quarta - 07 de Dezembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

O parlamentarismo – forma de governo onde o Poder Executivo é exercido por um gabinete nomeado a partir do parlamento – já existiu duas vezes no Brasil. A primeira, no império, de 1847 a 1889, e a segunda entre 1961 e 1963 quando, após a renúncia do presidente Jânio Quadros, os militares pretendiam impedir a posse do vice-presidente João Goulart, ligado ao sindicalismo e à esquerda. Goulart, no entanto, venceu o plebiscito, e o presidencialismo foi restabelecido, mas o regime desaguou no movimento de 1964, que o afastaria do poder.
Leia mais...

Opinião Curvelândia, turismo e progresso

Publicado em Quarta - 07 de Dezembro de 2011 | por José Riva

Rios, cachoeiras, lagoas, balneários e caverna compõem um cenário exuberante em Curvelândia. Cidade localizada na Região Oeste de Mato Grosso que completa neste dia 7 de dezembro 11 anos de emancipação político-administrativa. Nesta data festiva, queremos comemorar todas as conquistas desta cidade que se destaca como uma grande potência turística. Tanto que o município está inserido na Rota das Águas, projeto piloto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), de forma a incrementar o setor.
Leia mais...

Opinião Viciados merecem atenção

Publicado em Quarta - 07 de Dezembro de 2011 | por ANA ADÉLIA JÁCOMO

A preocupação com os dependentes químicos sempre foi clara, mas recentemente o tema tem se alastrado e preocupado ainda mais o Governo e a sociedade. Enquanto uns tentam ajudar se esforçando para manterem comunidades terapêuticas sem qualquer ajuda do Poder Executivo municipal e estadual, outros não medem esforços para que os locais sejam fechados.
Leia mais...

Opinião Corrente do bem

Publicado em Segunda - 05 de Dezembro de 2011 | por Pedro Cardoso da Costa

Toda crítica à rede mundial de computadores, conhecida popularmente como internet, só seria justa se ela não fosse colocada como agente. Ela não passa de uma ferramenta de informação que instrui, facilita a pesquisa e a aquisição de informações. O mau uso dela é como o mau uso do celular, do carro, que muitos utilizam até para matar. Ainda que óbvio, deve-se reforçar que o mal não está na ferramenta. Mas a internet sempre paga pelo que algumas pessoas devem. Quando os crimes de saidinha de banco crescem, proíbe-se o uso de celular; quando os presos pagam a agentes corruptos e se libertam, cortam-se os sinais de celular na região do presídio. Assim, as autoridades atuam firmes contra as ferramentas de comunicação, enquanto a criminalidade cresce descontroladamente.
Leia mais...

Opinião CEALC e a integração na América

Publicado em Segunda - 05 de Dezembro de 2011 | por Bruno Peron Loureiro

Trinta e dois chefes de governo da América, com exclusão de Canadá e Estados Unidos,aprofundam os ideais de integração do "Grupo do Rio", foro que existe desdedezembro de 1986, e da Cúpula da América Latina e o Caribe (CALC), que teve oprimeiro foro em dezembro de 2008 na Bahia com o tema "Integração eDesenvolvimento".
Leia mais...

Opinião Um Dedo de Prosa

Publicado em Segunda - 05 de Dezembro de 2011 | por Lourembergue Alves

O retrato do Parlamento revela parte de uma fotografia maior, a da própria sociedade. Por isso, há quem diz, e não sem razão, que o comportamento dos políticos jamais é distinto dos demais brasileiros. Estes, igualmente, se valem do “jeitinho”, do “furar a fila” e do “corpo mole” com os negócios públicos. A coisa pública quase sempre substituída pelos interesses particulares. Portanto, não se deve estranhar quando deputados agem como “caititus”, parafraseando aqui certo líder partidário, e dessa maneira prosseguem em seus mandatos, com vistas a se manterem permanentemente no poder.
Leia mais...

Opinião O estado que eu quero!

Publicado em Sábado - 03 de Dezembro de 2011 | por Leandro Nascimento

Lutamos sim pela redivisão do Estado de Mato por acreditarmos que ele não está sendo enxergado pelos comandantes deste tão grande território, que mais parece um país de tão grande, mas tão esquecido em alguns aspectos.
Leia mais...

Opinião Nada Sobre a Denúncia de Fraude

Publicado em Sábado - 03 de Dezembro de 2011 | por Lourembergue Alves

Na sessão de terça-feira (29/11), dois ou três deputados estaduais levaram para a tribuna a denúncia de fraude na mudança da matriz de responsabilidade do modal de transporte previsto para Cuiabá, de BRT para VLT. Uma sensação de satisfação tomou conta de quem se encontrava pela galeria. Sensação, porém, logo desaparecida. Pois não se viu discussão, nem cobrança de coisa alguma. As falações foram para outra direção. Bastante diferente da que de fato deveria ser, e o que se ouviu foi à repetição de chavões: “ação orquestrada”, “notícia sensacionalista” e “lobby dos defensores do BRT”. 
Leia mais...

Opinião Denunciar é preciso...

Publicado em Sexta - 02 de Dezembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Denúncias bem fundamentadas - veiculadas pela imprensa, que cumpre uma nobre missão social - têm levado ao afastamento e até à prisão de prefeitos, primeiras-damas, secretários e outros figurões político-administrativos, gente historicamente intocável. Tem sobrado também para governadores e ministros suspeitos de agirem à margem da lei e da moralidade administrativa. Ao ver punidos esses colarinhos brancos, o povo, há muito incrédulo, tem motivos para voltar a confiar nas instituições. É muito importante que isto aconteça e, principalmente, que os cidadãos sintam-se seguros para denunciar às autoridades, ainda que de forma sigilosa, as falcatruas que sejam do seu conhecimento.
Leia mais...