Publicado em Segunda - 14 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Opinião USP a polícia e a maconha

A invasão das instalações da Faculdade de Filosofia e da reitoria da USP, ocorrida dias atrás, é um engano que em nada melhora o currículo dos seus participantes e nem beneficia a sociedade. Diferente das tradicionais manifestações pela qualidade de ensino, liberdade de expressão e contra a ditadura, a insurgência de agora deu-se contra a presença da polícia no campus e eclodiu depois que três universitários foram detidos fumando maconha. Embora ruidoso, o movimento é obra de um pequeno grupo que, além de tumultuar a vida na universidade, cometeu crime de desobediência ao ignorar a ordem judicial de desocupação e, desde o início, não tem o apoio da comunidade acadêmica. A pesquisa do Datafolha revela que 58% dos estudantes quer a Polícia Militar no campus.
Leia mais...

Opinião A crise dos Correios

Publicado em Sexta - 11 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Desde o advento do selo “Olho de Boi”, em 1843, o Brasil cultiva um certo pioneirismo nos serviços de correios. Foi o segundo país do mundo a lançar um selo, apenas três anos depois da Inglaterra inventar o sistema, que é o pré-pago da correspondência. Depois vieram outras inovações até que, em 1931, foi criado o serviço aéreo, grande indutor da integração nacional. Com maior ou menor eficiência e os recursos tecnológicos disponíveis em cada época, o sistema sempre foi confiável e  atendeu as expectativas da comunidade, inclusive com a rapidez nas entregas. Mas, de tempos até agora, seu sucateamento é visível. Acumulam-se correspondências, atrasam-se encomendas e a clientela não tem mais certeza de que suas remessas chegarão ao destino. Quem envia impressos verifica que seu material não chega a todos os destinatários e não tem a quem reclamar. Mas o pior foi revelado pela operação policial desta semana: com a ajuda de funcionários, quadrilhas desviam e  roubam documentos e cartões de crédito postados pelas instituições financeira a seus clientes.
Leia mais...

Opinião Tragédias, autoridades e o MP

Publicado em Quarta - 09 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

A primavera, dita estação das flores, caminha para o seu término. Em 22 de dezembro chega o verão e, com ele, a temporada das chuvas e enchentes. Inexorável, a Natureza cobra as agressões sofridas. Deslizam morros e encostas, alagam-se várzeas e margens de rios e riachos irresponsavelmente ocupados. A água carrega tudo o que encontra pelo seu caminho natural. É a tragédia anunciada que as pessoas, a sociedade e, principalmente, os administradores públicos parecem ignorar.
Leia mais...

Opinião O contador e o botijão de gás

Publicado em Quarta - 09 de Novembro de 2011 | por José Maria Chapina Alcazar

O culpado é sempre o mordomo? Não, este enredo já está superado em todas as novelas e romances. Agora, na vida real, é a vez do contador ser responsabilizado por todas as falcatruas, infrações ou negligências.

Leia mais...

Opinião A Troca e a Política

Publicado em Quarta - 09 de Novembro de 2011 | por Lourembergue Alves

“O Parlamento é o lugar privilegiado de se fazer política”. Deveria, “pelo menos” – diria o leitor. Pois “nele”, completaria, “se dá o encontro das vontades de alguns poucos com as necessidades da população”. Tem-se, então, um encontrão. Daí a exigência do parlamentar – responsável que é pela discussão em torno das vontades-necessidades. O que exige dele, o parlamentar, a capacidade de negociar. Arte, no entanto, substituída por outra. Bastante diferente daquela. Afinal, prevalece um jogo de interesses, cujo verbo-norteador desqualifica o diálogo e sobressai o trocar. Troca-se o voto-parlamentar por benesses na administração pública.
Leia mais...

Opinião A culpa que condena

Publicado em Terça - 08 de Novembro de 2011 | por Petrônio Souza Gonçalves

Ao passar pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, tem-se a clara sensação de não se estar passando por entre imensos prédios públicos, construídos para gerir e prover o bem da nação, mas sim por imensas barricadas da corrupção, bem estruturadas para abrigar legiões de corruptos e corruptores da pátria. Cada ministério vai se revelando, à mais primária investigação, realizadas por jornalistas de plantão, um balcão de negociatas, uma agência administradora de generosas comissões.

Leia mais...

Opinião 2012, ahora da escola

Publicado em Terça - 08 de Novembro de 2011 | por Gilberto Alvarez Giusepone Jr.

Dizer que São Paulo retrata o Brasil já é um lugar-comum inevitável. A cidade ostenta, em números, grandezas que envaidecem e consternam os brasileiros. Com uma população de 10,88 milhões de habitantes – ou quase 19 milhões, se considerada a Região Metropolitana –, o município recebeu em 2010 perto de 12 milhões de visitantes nacionais e estrangeiros. Desse universo, 56,1% vieram a negócios, pois aqui estão 38 das 100 maiores empresas privadas de capital nacional e 63% dos grupos internacionais instalados no Brasil.
Leia mais...

Opinião As propinas, o governo e o PT

Publicado em Segunda - 07 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Em pouco mais de 10 meses de exercício, o governo federal caminha para a sexta troca de ministros. Carlos Lupi, do Trabalho, é acossado pela denuncia de que seus auxiliares cobravam propinas de 5% a 15% de ONGs que recebem verbas publicas. No sábado, quando o novo escândalo estourou, Lupi demitiu os faltosos, mas poderá não agüentar as pressões para que também se afaste. Culpado ou inocente, poderá pagar pelo pecado de não ter cuidado da equipe e, com isso, permitido os deslizes.
Leia mais...

Opinião Organização noticiosa da América Latina

Publicado em Domingo - 06 de Novembro de 2011 | por Bruno Peron Loureiro

Percorre a América Latina o hálito de democratização da comunicação e a informação que exala da demanda de fontes alternativas e da insatisfação com a concentração do poder de comunicar e informar nas antenas de transmissão das empresas privadas. Os meios públicos e comunitários têm sido os protagonistas da mudança em curso.
Leia mais...

Opinião Amigos-objeto

Publicado em Domingo - 06 de Novembro de 2011 | por Pedro Cardoso da Costa

Milton Nascimento tem razão quando na sua música, Canção da América, diz que “amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves dentro do coração”. Acrescenta que deve ficar do lado esquerdo do peito.
Leia mais...