Publicidade

Publicado em Segunda - 06 de Junho de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Opinião Polícia Militar, inquietação nos quartéis

Militares não podem fazer greve. Em qualquer parte do mundo, quando o colapso tiver se abatido sobre os demais setores ainda restarão os militares para socorrer e apoiar a população. É com base nessa tradicional verdade que o governo do Rio prendeu 439 bombeiros que, em protesto por melhores salários, ocupavam a sede da corporação. A operação, realizada pelo BOPE (Batalhão de Operações Especiais) foi cinematográfica e indevida, principalmente em se tratando da repressão entre duas forças co-irmãs, cuja natureza das missões as obriga a trabalhar unidas. O uso político-trabalhista de uma delas criou seqüelas que dificilmente serão superadas, maiores até do que as resultantes do confronto entre policiais civis e militares paulistas, ocorrido anos atrás nas proximidades do palácio do governo, cujas dores até hoje são sentidas por ambas as partes.
 
Leia mais...

Opinião Exponop é Sinop!

Publicado em Segunda - 06 de Junho de 2011 | por Fernando Assunção

Sinop está em contagem regressiva para um de seus maiores eventos, a Exponop, a feira agropecuária, comercial e industrial, é a maior da região Norte de Mato Grosso, uma das maiores do Brasil. Organizada perfeitamente pela Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte), a feira agropecuária sinopense está consolidada como a principal feira de agronegócios, comercial e industrial do Nortão e que no último sábado marcou sua chegada oficial a Sinop, com a tradicional cavalgada, contando com a participação de Comitivas de Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo, São José do Rio Claro, Juara, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, totalizando cerca de 400 cavaleiros e amazonas que desfilaram pelas principais avenidas de Sinop. É apenas o início da diversão e de muitos negócios trazidos pela Exponop.
Leia mais...

Opinião PNL para mandar bem na conquista e garantir um par para o Dia dos Namorados

Publicado em Segunda - 06 de Junho de 2011 | por Alexandre Bortoletto

A data mais temida pelos solteiros está chegando: o Dia dos Namorados! Até quem é solteiro bem-resolvido o ano todo fica balançado por estar sem par nessa época do ano. Por sorte, quem faz questão de passar a data em um relacionamento duradouro pode contar com a Programação Neurolinguística.
Leia mais...

Opinião A metodologia de projetos como prática educativa necessária para o educar e cuidar

Publicado em Domingo - 05 de Junho de 2011 | por Professora Marlene Julia

A escola e as práticas educativas fazem parte de um sistema de concepções e valores culturais onde determinadas propostas têm êxito quando se conectam com algumas necessidades sociais e educativas. Educar e Cuidar, como prevê as diretrizes nacionais para a educação básica, não é uma tarefa fácil.
Leia mais...

Opinião Brinde velhaco

Publicado em Domingo - 05 de Junho de 2011

"La tierra es del indio. La tierra - grita su conciencia - es mía. La tierra no fue del "blanco" español, ni es ahora de su descendiente el cholaje mestizo. ¿Por qué - se pregunta - voy a pagar impuesto de mi tierra; y pagar a otro hombre que no tiene ningún derecho sobre mi tierra? ¿Por qué me han de obligar a pagar impuesto de una tierra que no es de ellos? [...]¿Que esos impuestos serán para el indio? Mentira. Ningún ladrón roba para su víctima." Fausto Reinaga. La revolución india.
Leia mais...

Opinião Palocci, O Midas do governo

Publicado em Sábado - 04 de Junho de 2011

Quando aparecem gravações de políticos recebendo dinheiro de corrupção, logo surgem os defensores a culpar as imagens. Antes das câmeras, os deslizes eram gravados somente em voz. Aí, alguns negavam as vozes ou não lembravam o ocorrido porque estavam meio grogues de remédio, meio embriagados, ou sonolentos. Esses argumentos eram tão comuns e convincentes quanto às recorrentes justificativas do enriquecimento dos políticos da noite para o dia, cujos exemplos maiores são do Lulinha, filho do ex-presidente e do genial Palocci.
Leia mais...

Opinião O dinheiro do caixa eletrônico

Publicado em Sexta - 03 de Junho de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Mais uma preocupação acaba de ser colocada nas costas do brasileiro. Além do  cuidado para não ser atacado por ladrões nas saídas dos bancos ou de sofrer outros tipos de violência (até morrer) pela ação daquele que querem subtrair seus valores, os cidadãos ainda têm de se preocupar com o dinheiro pintado. Isso porque um sistema já instalado em 12 mil caixas eletrônicos em todo o país mancha as cédulas quando o equipamento é violado através de explosão. Mesmo que os ladrões levem as cédulas, manchadas, elas perderão o seu valor legal e a aceitação como meio circulante. Quem pegar uma nota nessas condições, terá de levá-la ao banco, trocá-la por um recibo e ficar esperando pela perícia do Banco Central quanto à sua autenticidade e licitude.
Leia mais...

Opinião Braço, Trampolim e Insatisfação

Publicado em Sexta - 03 de Junho de 2011 | por Lourembergue Alves

Greve dos trabalhadores da rede pública estadual. É isso que se ouve e lê nos noticiários. Há muito não se tinha notícia dessa natureza. Também, pudera, a Secretaria de Educação se encontra nas mãos do PT. Sigla que tem o SINTEP como braço. Situação que mantém refém os próprios professores. Assim, de mãos atadas, não reivindicam, nem colocam em xeque a ausência de planejamento do governo para o setor. 
Leia mais...

Opinião A ineficácia da segurança pública em Mato Grosso

Publicado em Quinta - 02 de Junho de 2011 | por Robson Fraga

A polícia apresenta suas armas: escudos, cacetetes, pistolas, viaturas e brasões... Mas estas são poucas e ineficázes para resolver os problemas de segurança pública de capitais como Cuiabá. Uma cidade de população heterogênia formada por egressos de vários estados da federação e de países fronteiriços onde a produção e o tráfico de drogas são emergentes e contribuem para a desagregação social dos vizinhos.
Leia mais...

Opinião Por uma reforma política que mude o país

Publicado em Quinta - 02 de Junho de 2011

Protelada durante os oito anos do governo Lula, a reforma política ganhou impulso neste começo de 2011, com o apoio da presidente Dilma Rousseff. Senado e Câmara dos Deputados instalaram comissões para tratar do tema, de forma independente, na expectativa de adiante conseguir um consenso. A comissão do Senado, com 21 membros, está andando mais depressa, mas, mesmo assim, está muito distante de um acordo que permita levar a plenário as mudanças sugeridas. Na Câmara, absorvida que esteve com a votação do Código Florestal e, agora, de Medidas Provisórias, o assunto patina. 
Leia mais...