Publicidade

Publicado em Sexta - 25 de Novembro de 2011 | por Dr. José Cianci Filho

Opinião Acne: O problema tem solução

A acne é o pesadelo de grande parte da população, principalmente dos adolescentes, pois é nessa fase que ela ganha ainda mais força. Isso ocorre porque durante a puberdade as glândulas sebáceas da pele tornam-se mais ativas e sua produção é excessiva. Além disso, os poros da pele ficam obstruídos provocando a formação de coleções de pus. Nesse período, a doença tende a se manifestar pela formação de “cravos” ou “espinhas” que resulta da interação entre hormônios, oleosidade da pele e bactérias. O grande problema é que com frequência, o sebo produzido resseca e as bactérias se acumulam nos poros cutâneos, impedindo assim que essas glândulas saiam dos folículos dos pelos. Outro fator que implica na acne está relacionado à atividade das bactérias, elas crescem nos poros obstruídos e degradam algumas gorduras no sebo, o que irrita ainda mais a pele.
Leia mais...

Opinião O meio-ambiente, os desastres e o INPE

Publicado em Sexta - 25 de Novembro de 2011 | por Mario Eugenio Saturno

Ao contrário do que muita gente pensa, o Brasil não é um país livre dos desastres naturais. Quando vemos os terremotos, vulcões, furacões, maremotos e nevascas dos outros, tendemos a crer que somos o país mais abençoado do planeta. Porém, muita gente morre por causa das chuvas de verão. Será que as autoridades estão preparadas para os desastres dos próximos três meses?
Leia mais...

Opinião Moto, garupa e assaltantes

Publicado em Sexta - 25 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

O projeto-de-lei nº 485/2011, aprovado no início da semana pela Assembléia Legislativa de São Paulo, proíbe que, nas localidades com mais de 1 milhão de habitantes (São Paulo, Guarulhos e Campinas), as motocicletas trafeguem de segunda a sexta-feira com o segundo passageiro, ou “garupa”, e exige que os condutores tenham o número da placa do seu veículo grafado com material refletivo no capacete e no colete. O objetivo, segundo o autor, deputado Joogi Hato (PMDB), é melhorar a segurança do transporte e evitar assaltos e crimes cometidos por ocupantes de motos. A matéria seguirá, agora, para o governador Geraldo Alckmin, que poderá colocar em vigor o texto original ou vetá-lo total ou parcialmente.
Leia mais...

Opinião O grito da democracia contra a corrupção

Publicado em Quarta - 23 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

A XXI Conferência Nacional de Advogados, realizada pela OAB, em Curitiba, tem por tema “Liberdade, Democracia e Meio Ambiente”. Mas a luta contra a corrupção deu o tom das discussões, que se desenvolvem desde a última segunda-feira (21) e reúne 200 palestrantes, entre eles as maiores expressões do mundo jurídico nacional. Mais uma vez o Paraná e Curitiba - onde, em 1978, na VII Conferência Nacional, o então presidente Raymundo Faoro verberou pela abertura democrática – dá a partida numa grande tese de mobilização nacional. A pregação de Faoro concretizou-se e hoje temos a democracia plena. E, com base nessa mesma democracia, temos hoje força para abrir a grande cruzada anti-corrupção.
Leia mais...

Opinião O direito do acesso à informação

Publicado em Segunda - 21 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

Sancionada no último dia 18, a Lei de Acesso à Informação acaba com o sigilo eterno a documentos do governo. Os considerados ultrassecretos serão preservados por 25 anos, os secretos por 15 e os reservados por cinco anos, podendo esse prazo ser prorrogado no máximo por mais um período, diante de uma justificativa plausível. Em seis meses a lei terá de ser cumprida por todas as esferas de governo – federal, estadual e municipal – estendendo-se também à disponibilização imediata de documentos não sigilosos pela internet ou mediante simples petição dos interessados, sem burocracias ou retardos.
Leia mais...

Opinião Tietê, que te quero limpo

Publicado em Segunda - 21 de Novembro de 2011 | por Pedro Cardoso da Costa

Quando surgiram as campanhas de despoluição do rio Tietê na década de 90, mais precisamente em 1992, gerava grande preocupação e desilusão nos mais céticos quando era citado o longo prazo para que o rio tivesse oxigênio e voltasse a ter vida, com peixes e pescadores, prática de esporte e lazer, arborização em toda a sua extensão e até servir como meio de transporte coletivo. 
Leia mais...

Opinião Peças-Chave

Publicado em Segunda - 21 de Novembro de 2011 | por Lourembergue Alves

É grande a movimentação das lideranças políticas regionais. Viajam, conversam e traçam planos para as eleições vindouras. Planos que envolvem estratégias. Daí a necessidades de terem nomes. Estes são peças-chave. Inclusive para amarração de alianças. Explica-se, portanto, toda a caminhada pelo Estado, em busca de alguém – nos municípios – com capacidade agregadora e competência na conquista de eleitores.
Leia mais...

Opinião A Tela e Suas Cores

Publicado em Sábado - 19 de Novembro de 2011 | por Lourembergue Alves

No recente aniversário da República (15/11), brasileiros perguntavam a si próprios a respeito das mudanças ocorridas no Brasil. Mudanças que mexeram com a vida cotidiana. Mas não o bastante para diminuir as desigualdades ainda gritantes. Aliás, os dados do IBGE não deixam qualquer dúvida nesse sentido. Tampouco são diferentes os recentemente demonstrados pelo relatório do Desenvolvimento Humano. O país ocupa a 84ª. posição entre os 187 Estados avaliados pelo índice, e, entre pobres e ricos, continua a existir uma distância bastante acentuada.
Leia mais...

Opinião Educação na américa 2

Publicado em Sexta - 18 de Novembro de 2011 | por JUACY DA SILVA

Existem duas correntes de interpretação de qualquer realidade, uma pessimista e outra otimista. Geralmente os críticos do sistema tendem a apontar as falhas do mesmo e os que estão no poder, ao interpretar a realidade, tentam demonstrar que tudo está as mil maravilhas. Isto acontece em todos os países.
Leia mais...

Opinião A perversa distribuição salarial

Publicado em Sexta - 18 de Novembro de 2011 | por Dirceu Cardoso Gonçalves

A constatação de que a soma dos salários dos 10% mais pobres da população brasileira é de apenas 1,1% do total da massa de rendimentos nacional e que, para chegar à soma do salário mensal dos 10% mais ricos – que detém 44,5% do bolo – os pobres têm de trabalhar 39 meses, demonstra claramente que vivemos num país desigual. Os números são ainda mais gritantes quando revelam que 1% dos mais ricos recebe em média R$ 16.560,92, o equivalente a 120 vezes o salário dos mais pobres, de R$ 137,06 mensais. Ainda escandaliza mais a revelação de que brancos e asiáticos ganham o dobro dos negros, pardos e índios e que homens recebem 42% a mais do que mulheres.
Leia mais...