Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Sábado - 26 de Fevereiro de 2011 às 14:00

    Imprimir


Inovar no Brasil é uma matemática difícil, mas que pode ser aprendida. É nisso que apostam as consultorias de inovação, empresas que têm crescido, em faturamento e em clientes, com o objetivo de estimular a originalidade, informa reportagem de Sabine Righetti para a Folha íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

"A gente ajuda, por exemplo, o cliente a usar incentivos fiscais e a conseguir recursos para desenvolver um novo produto", explica o engenheiro Bruno Rondani.

De acordo com Rondani, as empresas brasileiras e as filiais de multinacionais não "aprenderam" a inovar, dentre outros motivos, porque não havia competitividade.

Mas a abertura econômica na década de 1990 fez com que as empresas tivessem de "se virar" para conquistar clientes, reduzir preços e lançar produtos para competir em todo o mundo.

Uma das primeiras a perceber o filão foi a Pieracciani, empresa de 1994. "Começamos trabalhando com gestão de qualidade, mas percebemos que a inovação seria um motor da competitividade nacional", diz Valter Pieracciani, criador da consultoria.

Leia a reportagem completa na Folha deste sábado.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/100802/visualizar/