Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 13 de Janeiro de 2011 às 09:57

    Imprimir


Três Bandidos arrombaram a Câmara de Vereadores de Cuiabá na quarta-feira (12) e levaram dois HD"s com todas as informações do banco de dados do departamento de Recursos Humanos do Legislativo.

O sistema interno de câmeras conseguiu captar a imagem de dois homens e uma mulher entrando na casa pela porta principal. Após o fechamento do departamento de RH, os bandidos arrombaram a porta e abriram os computadores, levando dois HD"s com informações da vida funcional de todos os servidores e vereadores.

As câmeras, porém, não foram capazes de captar o momento da saída dos ladrões, que ignoraram objetos de maior valores na casa, reforçando a suspeita de que o crime tenha motivação política, ainda mais que a nova Mesa Diretora já havia informado a abertura de uma sindicância na Casa.

"É prematuro afirmar que o crime tenha motivo político, mas com certeza, as pessoas que entraram no prédio tinham um propósito específico", afirmou o presidente interino da Câmara, vereador Antônio Fernandes (PSDB).

O tucano substitui Julio Pinheiro (PTB) na Presidência que precisou viajar para São Paulo devido problemas de saúde. Fernandes adiantou que assim que a nova Mesa Diretora foi empossada, no dia 1º de janeiro, foi realizado o backup em todos os computadores da Casa, portanto, as informações levadas pelos bandidos já estão nas mãos dos vereadores. 

“Se a tentativa era impedir que a Mesa Diretora tivesse acesso a alguma informação está enganado, porque já havia sido realizado back up nos computadores”, afirmou Fernandes, ao ressaltar que as imagens das câmeras de segurança do Legislativo já foram entregues a Polícia Civil.

O vereador informou ainda que ficou sabendo do assalto no meio da tarde e imediatamente solicitou à Polícia MIlitar o reforço no entorno do prédio, para evitar novas invasões. O parlamentar explicou que também foi registrado um boletim de ocorrência e na manhã de hoje irá se reunir com o secretário de Estado de Segurança Pública, Diógenes Curado, para pedir urgência nas investigações.

Os vereadores, juntamente com os servidores, instauraram uma sindicância composta por três funcionários de carreira, que será presidida por Jeancalos Cássio de Oliveira Belo, que irá apurar se houve facilitação por parte de alguém que trabalha na Casa.

Na época em que Deucimar assumiu a presidência da Câmara, em 2009, também ocorreu um assalto misterioso no prédio e também na casa do vereador, levando documentos e pen-drive. (Pollyana Araújo/Julia Munhoz/Alline Marques)

Atualizada às 10h45 - Segunda atualização às 11h25






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/105233/visualizar/