Repórter News - reporternews.com.br
Brasil Eleições 2012
Quinta - 16 de Setembro de 2010 às 23:12

    Imprimir


No segundo bloco do debate Folha/Rede TV!, o candidato do PSOL, Jefferson Moura, questionou o governador Sérgio Cabral sobre a suposta ligação política dele com o ex-chefe da Polícia Civil Álvaro Lins, condenado em agosto passado a 28 anos por lavagem de dinheiro, contrabando e formação de quadrilha.

"Meu governo não negocia com a má conduta da polícia", afirmou o governador. Cabral conseguiu retirar do ar uma propaganda eleitoral do PSOL em que o peemedebista elogia Lins.

Outra ataque a Cabral foi o fato de a mulher dele, Adriana Ancelmo Cabral, ter atuado em favor do Metrô Rio, concessionário de serviços do Estado.

Já Fernando Gabeira (PV) chamou a candidatura de Cabral de "tabajara, seus problemas acabaram", em referências a supostas propostas inconsistentes do governador.

No primeiro bloco, o debate começou com o tema das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) instaladas em morros cariocas para combater o narcotráfico.

Aliado do ex-governador Anthony Garotinho, Fernando Peregrino (PR) ironizou ao dizer que em vez de UPP o Rio vive uma situação de "SQP, salve quem puder".

Ele disse ainda que, no Estado, o policial militar "ganha menos do que o cabo eleitoral do governador".

"Nós vamos até o limite que o Rio de Janeiro livre do poder paralelo", disse Cabral. 






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/115226/visualizar/