Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 12 de Agosto de 2010 às 16:54

    Imprimir


A Defesa Civil de Mato Grosso não trabalha com a hipótese da ajuda de tropas federal no momento, em Marcelândia. A cidade foi alvo de um grande incêndio nesta quarta-feira, que destruiu cerca de 100 casas e 16 empresas. Segundo a Prefeitura Municipal, 80% do distrito industrial do município foi destruído. A indústria madeireira ainda é a base da economia da cidade.

Segundo a Defesa Civil, a situação no local já está sob controle e não é necessário a ajuda de nenhuma tropa federal. O fogo teria começado em uma área próxima de madeireiras da cidade, uma parte das chamas avançou para a área rural e a outra invadiu as indústrias de madeira e para as casas. Neste momento o fogo que passou pela cidade avança em direção a uma área de floresta e de pastagem.

O fogo na cidade não foi totalmente extinto, mas está sob controle. Moradores, funcionários e proprietários trabalharam durante todo o dia de ontem no combate ao incêndio. Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), que também estava na região desde o início da semana, auxiliou na mobilização do efetivo que estava em outros municípios. Equipes chegaram no fim da tarde de ontem na cidade.

Foi enviado bombeiros de Sinop (200 quilômetros de Marcelândia). Outra equipe que estava no município de Feliz Natal também foi deslocada para a cidade. Uma viatura da Defesa Civil que também estava na região foi deslocada com abafadores, bombas costais e produtos químicos de combate a incêndio.

Número de vítimas

A coordenadoria de Resposta a Desastre da Defesa Civil faz nesse momento a avaliação do número de pessoas e do tipo de atendimento que elas necessitam, e também avalia o tamanho dos estragos na cidade.

De acordo com o cooordenador de Gestão do Fogo, major Marcio Paulo, 34 agentes do Estado estão no local auxiliando no combate ao incêndio. Hoje pela manhã duas aeronaves sobrevoaram o município de Marcelândia e região. Outras duas aeronaves deverão chegar ainda nesta quinta-feira (12) para auxiliar no combate ou remoção à atingidos pelo incidente, caso necessite.

 

Mais operações de combate ao fogo

Continua uma operação conjunta com o objetivo de controlar os focos de incêndios florestais, nas áreas de maior incidência no Estado. A Secretaria de Meio Ambiente, a Superintendência de Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Ibama/ICMBIO estão com estrutura em áreas das respectivas responsabilidades. uma equipe de fiscalização está no município de Barra do Garças, verificando as causas de um incêndio.

O Ibama enviou 10 brigadistas para Nova Ubiratã e quatro bombeiros estão em combate na Terra Indígena do Xingu. Um incêndio que atinge a zona de amortecimento da Estância Ecológica do Rio Ronuro está sendo monitorado. Um incêndio que atinge o município de Nova Lacerda ao longo da Linha de transmissão localizada aproximadamente 150 quilômetros da sede do município, também está em monitoramento.

Como o incêndio é considerado de grandes proporções, a vegetação está bastante seca, a umidade relativa do ar muito baixa e os ventos moderados, esses fatores dificultam o combate. Com essas situações desfavoráveis, os bombeiros esperam continuar com o apoio da população local para debelar os focos e extinguir o incêndio o mais rápido possível.

Incêndios Florestais em andamento

- Parque Estadual Serra de Santa Bárbara ( Pontes e Lacerda / Porto Esperidião) - O incêndio consome a vegetação dentro do parque. Uma equipe com seis bombeiros de Mato Grosso está combatendo o incêndio na porção do parque no municipio de Porto Esperidião.

- Parque Estadual Serra de Ricardo Franco - O incêndio consome a vegetação dentro do parque, uma equipe com seis bombeiros está combatendo o incêndio na fazenda Shangri-lá. No interior do parque a visibilidade impossibilita o combate em determinadas horas do dia.

- Area de Preservação Ambiental (APA) - Meandros do Araguaia - O incêndio no interior da unidade de conservação está controlado, mas continua sem controle fora da área da Unidade.

 - Terra Indígena do Xingú - Continua o incêndio florestal nas proximidades da reserva indígena do Xingu.

- Nova Ubiratã - O Corpo de Bombeiros continua o combate na região, foi deslocado uma Brigada do Ibama de Nova Ubiratã com 10 brigadistas para auxílio no combate.

- Estância Ecológica do IQUE - Há focos de calor no entorno da estância.

- Parque Estadual Cristalino II - O incêndio consome a vegetação no interior do parque, foi designado duas viaturas da diretoria regional da Sema/Guarantã, com 12 agentes ambientais e três bombeiros militares da Unidade de Alta Floresta.

- APA Nascente do rio Paraguai - O incêndio consome a vegetação dentro do parque, não há unidades combatendo o incêndio, a Sema tem conhecimento do incêndio e aguarda apoio para o combate.





Fonte: TVCA

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/119181/visualizar/