Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 12 de Agosto de 2010 às 14:56
Por: Sergio Roberto

    Imprimir


A solução para o caos nos estacionamentos da área central de Tangará da Serra pode estar na implantação da “zona azul”. Pelo menos é o que está sendo estudado pela administração do município, com possibilidade de instalação até o final do ano.

A zona azul é caracterizada pela rotatividade no estacionamento, um sistema utilizado pelas grandes cidades e que começa a ser implantado em cidades de médio porte em função do aumento significativo de veículos em circulação. Segundo a Superintendência de Transportes Aéreos e Viários do município, o sistema estudado para Tangará da Serra é similar ao modelo adotado pela cidade de Campo Grande – capital de Mato Grosso do Sul.

O sistema consiste no controle do estacionamento de veículos por tempo através de dispositivos coletores (parquímetros) de informações armazenadas em chips instalados em chaveiros recarregáveis. Neles, o usuário adquire créditos para tempo de estacionamento na zona azul. Ao ocupar a vaga com seu automóvel, o usuário conecta o chaveiro no parquímetro e este inicia a contagem regressiva sobre os créditos adquidiros. Ao retirar o automóvel, o usuário repete a operação, quando o parquímetro interrompe a contagem e desconta o tempo de estacionamento, apresentando o crédito remanescente.

A aquisição dos créditos é  feita em pontos conveniados, como lotéricas e outros estabelecimentos comerciais. “É um sistema eficiente, que funciona muito bem em Campo Grande. É uma boa opção para Tangará da Serra e vamos apresentar ao Executivo para avaliação”, disse o superintendente Almir Batista.

A apresentação do sistema será  feita pela empresa responsável pelo serviço na capital sul-matogrossense. Em caso de aprovação do sistema, o município deverá abrir licitação. Há possibilidade - embora remota – da zona azul ser implantada ainda este ano em Tangará da Serra.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/119198/visualizar/