Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 10 de Agosto de 2010 às 07:18
Por: Ana Rosa Fagundes

    Imprimir


A Câmara dos Vereadores de Cuiabá vota hoje uma emenda que altera a data da eleição para a Mesa Diretora. O grupo liderado pelo vereador Adevair Cabral (PDT) quer adiantar a escolha do novo presidente da Casa de dezembro para o dia 25 deste mês.

Adevair afirma já colheu a assinatura de 14 dos 19 vereadores apoiando a resolução, que deve ser colocada em votação na sessão plenária de hoje. A antecipação da eleição está ligada a algumas amarrações políticas da eleição majoritária deste ano, já que cinco vereadores são candidatos a deputado estadual, inclusive o atual presidente da Câmara, vereador Deucimar Silva (PP).

Mas, segundo Adevair Cabral, o motivo da mudança é para evitar “jogo de interesse”, que de acordo com ele será intenso depois da eleição que acontece em outubro. “Vereador que perde eleição para deputado quer disputar a presidência, outro que ganhar a eleição também quer interferir na Câmara, então as interferências serão muito grandes”, explicou Adevair.

A proposta tem gerado polêmica. O vereador licenciado, atual secretário municipal de Transportes Urbanos, Edivá Alves (PSDB), considera que a data da eleição não pode ser condicionada à vontade de alguns parlamentares. “Hoje querem adiantar, amanhã vem outro e que adiar, isso vai virar uma bagunça”, afirma Edivá.

Edivá quer disputar a presidência da Câmara contra Adevair, tendo, inclusive, realizado reuniões com os vereadores. Porém, ele nega que sairá da secretaria agora para voltar à Câmara e concorrer à presidência.

Adevair não quis falar quem são os 14 vereadores que o apoiam, mas faz questão de ressaltar que conta com a ajuda do presidente Deucimar Silva. “Durante a votação, todo mundo vai ver o votos”, resumiu.

Ele ainda faz um comparativo com a Câmara de Várzea Grande, que realizou a eleição em julho. “Nós estamos dentro da lei porque essa mudança diz respeito aos próprios vereadores e são somente eles que podem decidir quando fazer essa eleição”, disse Adevair.

O vereador Everton Pop (PP) integra a chapa do pedetista como vice-presidente. Eles ainda buscaram formar uma chapa de consenso, reservando ao PSDB a primeira-secretaria. Mas por conta da disputa majoritária, dificilmente se alcançará unidade na formação de uma chapa única para disputar a sucessão de Deucimar.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/119578/visualizar/