Repórter News - reporternews.com.br
Copa do Mundo 2010
Segunda - 12 de Julho de 2010 às 09:16

    Imprimir


O técnico da Holanda, Bert van Marwijk, apontou dois "culpados" pela derrota por 1 a 0 para a Espanha na prorrogação da final: o árbitro inglês Howard Webb e o atacante holandês Robben.

"O árbitro deveria ter dado dois cartões no segundo lance em que Robben saiu na cara do gol [Puyol seria expulso]. E houve um escanteio que todas as 84 mil pessoas no estádio viram, e ele não [na sequência, saiu o gol espanhol]. Parece que a partida entre Espanha e Suíça teve repercussão [espanhóis reclamaram muito de Webb nesse jogo]", falou Marwijk.

Sobre Robben, ele entende que o atacante podia ter definido o jogo nas duas vezes em que ele ficou à frente de Casillas. "Sentimos no jogo que quem marcasse o primeiro gol iria ganhar. Naquela hora, Robben podia ter dado a vitória para nós. Desafortunadamente, errou."

Marwijk foi indagado por um jornalista espanhol se ele não tinha visto um pênalti para a Espanha e se De Jong não merecia ter sido expulso.

"Você está vendo do ponto de vista espanhol. Estava no banco e não vi a repetição das jogadas", respondeu ele, defendendo-se das várias perguntas sobre o jogo bruto da Holanda na decisão.

"Não é nosso estilo de jogo [fazer muitas faltas]. Mas é preciso ver que é final de Copa e queríamos ganhar. E é preciso ver o resto do torneio. Os espanhóis também fizeram faltas graves."

Ele lamentou muito a forma como a derrota ocorreu.

"Os últimos três ou quatro minutos e perder. Inclusive com dez jogadores, podíamos levar a decisão para os pênaltis. Confiávamos muito em nosso goleiro. Mas, é assim, quem marca vence."

"Creio que ninguém esperava que a Holanda estivesse na final da Copa"", concluiu. 






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/123448/visualizar/