Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 13 de Agosto de 2013 às 07:08

    Imprimir


Vereadores que fazem parte da comissão especial de regularização fundiária e representantes da prefeitura, Prodeurbs e da Associação das Empresas Loteadoras de Sinop (Aelos) chegaram a um acordo sobre as novas regras para área total e desmembramento de lotes em Sinop. As novas regras beneficiarão donos lotes que foram divididos, mas não foram documentados por não atenderem as exigências de tamanho conforme a lei 061/2011. Entre as mudanças está a autorização de desmembramento de lotes com até seis metros de frente, porém a área total do terreno não poderá ser inferior a 150 m2 (metros quadrados), regra que atende os loteamentos inscritos até o dia 24 de maio de 2011. Para os terrenos de esquina a frente não poderá ser inferior a 10 metros.


 
Já os loteamentos implantados a partir da mesma data não poderão ter área total inferior a 200 metros quadrados e frente de 10 metros. Para os bairros que foram inscritos no Prodeurbs até o dia 9 de julho deste ano e estão em fase de análise para aprovação, devem seguir a determinação de área total por terreno de 300 metros quadrados e frente de 10 metros. Nestes casos os lotes de esquina deverão ter 12 metros de frente e 360 metros quadrados de área total. Os futuros loteamentos deverão seguir as regras definidas na lei complementar 082/2013.


 
Para o presidente da comissão, vereador Carlos Hailton Ribeiro Leite, -Carlão- (PSD), as novas medidas vão beneficiar principalmente moradores que dividiram lotes e não tem documentos de suas propriedades. "Essas emendas vem para atender aquelas pessoas que compraram seus lotes, construíram suas casas e não conseguem a documentação por que a área do terreno não se enquadra na lei. Queremos regularizar essas situações e que também regulariza os futuros loteamentos para que a cidade tenha um crescimento ordenado sem diferenciação de terrenos", disse.


 
As novas medidas devem ser inseridas, por meio de emendas, na lei complementar 061/2011, que ainda deverão ser apresentadas em sessão para serem votadas. Depois de aprovada em plenário e sancionada pelo prefeito, as novas regras passam a vigorar.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/12486/visualizar/