Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 13 de Abril de 2010 às 23:35
Por: Simone Alves

    Imprimir


Eder MoraesO secretário-chefe da Casa Civil, Eder Moraes, solicitou um levantamento com os nomes dos servidores indicados pelo DEM, partido que deverá estar no palanque do pré-candidato da oposição, Wilson Santos (PSDB), na disputa ao governo. Segundo Eder, o levantamento foi solicitado à secretaria de Administração, mas não é um aviso de que haverá exonerações. “É apenas para conhecimento”, declarou nesta terça (13), após o lançamento do Plano de Ações de Segurança, no Palácio Paiaguás.

   Apesar de não compor mais o primeiro-escalão, o Democratas, do senador Jayme Campos, sempre esteve na base de sustentação do governo Blairo Maggi (PR) e hoje tem cerca de 300 servidores comissionados. Diante da definição partidária de apoiar o projeto de Wilson Santos, os democratas passaram politicamente para campo oposto ao do governador Silval Barbosa (PMDB), pré-candidato à reeleição com o apoio do PT e PR.

A cúpula do DEM está convicta de que Wilson é o melhor nome para concorrer ao Paiaguás, mas há filiados que defendem a permanência do atual governo. Eder e Silval garantem que os servidores indicados pelos democratas não serão cortados da folha de pagamento. “Estamos levando em consideração o fato de ter pais de famílias. Sabemos também de muitos que se simpatizam com o governo”, disse Eder.

Silval, porém, dá sinais de que o corte será lento. A decisão de manter ou não os indicados pelo DEM deverá ser tomada após as convenções, entre 10 e 30 de junho.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/136312/visualizar/