Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Terça - 09 de Fevereiro de 2010 às 08:41
Por: Adilson Rosa

    Imprimir


A polícia não descarta a hipótese de acerto de contas no assassinato do jovem Anderson de Souza Dias, de 26 anos, executado com dois tiros no domingo de madrugada, no Jardim Leblon, em Cuiabá. A principal testemunha da execução, um irmão de Anderson disse não saber o motivo, embora os dois tenham se envolvido numa briga minutos antes.

“A briga começou numa boate próxima da Delegacia do Planalto. De lá, a vítima e o irmão pegaram um táxi e pararam naquele posto de combustível, localizado no cruzamento (da avenida dos Trabalhadores) com a avenida Miguel Sutil”, explicou o delegado Antônio Carlos Garcia, responsável pelas investigações.

Conforme o delegado, Anderson parou no posto para comprar cigarros. Nesse ínterim chegou um Gol vermelho com vários ocupantes e um deles atirou duas vezes na vítima que, baleado, foi levado ao Pronto-Socorro de Cuiabá (PSC), onde morreu horas depois.

A princípio, os policiais acreditavam se tratar de uma briga em boate, mas ao analisar a ficha criminal da vítima, suspeitam de um acerto de contas. “A vítima respondia inquérito por roubo. E tudo aponta para que os autores do crime também tenham antecedentes”, observou um policial que participa das investigações.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/143303/visualizar/