Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Segunda - 08 de Fevereiro de 2010 às 20:36

    Imprimir


A cesta básica com os 13 itens considerados ração essencial para um trabalhador adulto pelo período de 30 dias ficou estável em janeiro na cidade de Cuiabá, em relação ao mês anterior. A variação foi de apenas 1,08%. É o que revela pesquisa KGM de Cesta Básica, realizada no fim de cada mês. Em janeiro, o custo médio da cesta foi negociado em Cuiabá por R$ 221,61, contra R$ 219,25 negociados em dezembro do ano passado.

O comportamento dos preços em Cuiabá ficou dentro da média nacional de inflação. Segundo o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos), que faz a pesquisa em outras 17 capitais brasileiras, em 10 delas foi registrado inflação moderada no primeiro ano de 2010, sendo as maiores altas em Goiânia (4,61%), Salvador (1,43%) e Florianópolis (1,10%).

Em Cuiabá, de acordo com os dados da KGM Pesquisas, os itens que mais sofreram alta foram a batata (17,75%), Açúcar (17,09%) e Leite, que subiu 15,02%. Já o Óleo de Soja (-5,26%), Farinha de Trigo (-4,76%) e a Manteiga (-4,10%) tiveram baixa e ajudaram a segurar os preços dos alimentos básicos na capital mato-grossense.

Comparado aos desempenhos dos preços nas demais capitais, Cuiabá, com a oscilação dos preços para cima, piorou uma posição no ranking nacional, e ficou como a terceira cesta básica mais cara do país, perdendo em valores nominais apenas para Porto Alegre (R$ 236,35) e São Paulo, cujo preço médio foi apurado em R$ 225,02.

No acumulado dos últimos 13 meses, de janeiro de 2009 a janeiro de 2010, a alta acumulada dos preços da cesta básica em Cuiabá foi de 1,02%, saltando de R$ 215,27, em 2009, para R$ 221,61.

Com informações da assessoria






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/143348/visualizar/