Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Sexta - 15 de Janeiro de 2010 às 02:31
Por: Marcondes Maciel

    Imprimir


Construção Civil: Expansão de 120% em 2009
Construção Civil: Expansão de 120% em 2009

Embalado pelo ritmo frenético das obras no ano em que Cuiabá foi confirmada como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, o setor imobiliário de Mato Grosso encerrou 2009 com o extraordinário crescimento de 120% no volume de construções, em relação ao ano anterior. Os números foram divulgados ontem pelo Sindicato das Indústrias da Construção do Estado (Sinduscon). A previsão dos empresários é de que até 2014 sejam investidos cerca de R$ 6 bilhões no setor da construção civil, só na Grande Cuiabá.

Novas torres de apartamentos, centenas de obras particulares e um grande número de condomínios horizontais – com concentração mais forte na região da Grande Cuiabá – impulsionaram o setor em 2009. “A Copa vai consolidar a imagem de Mato Grosso no mundo e será uma oportunidade para alavancar ainda mais os investimentos em todas as áreas”, avalia Cezário Siqueira, presidente do Sinduscon. Ele não soube quantificar o volume de investimentos que estão em andamento atualmente, no Estado.

“Estamos levantando esta projeção, mas sabemos que são milhões de reais que estão movimentando os canteiros de obras das construtoras”. Segundo ele, o cenário é extremamente positivo para o setor nos próximos anos, especialmente ante a expectativa da Copa. “O evento irá antecipar o desenvolvimento do Estado em pelo menos 10 anos. Obras que seriam realizadas daqui a 15 anos, por exemplo, serão realizadas em cinco. Vamos mudar a nossa história e ingressar em um novo ciclo de crescimento e progresso”, afirmou.

Segundo ele, desde agora o segmento já começa a sentir os efeitos desta nova realidade nos mercados de construção civil e imobiliário, onde novos projetos estão sendo lançados e os negócios já começam a fluir.

Por conta deste superaquecimento no setor, Siqueira estima para 2010 uma expansão igual à registrada em 2009. “Parece exagero, mas para nós isso foi uma realidade já no ano passado. Vamos manter os canteiros de obras em pleno vapor e repetir o crescimento de 120% este ano”, aposta.

O presidente do Sinduscon lembrou que o momento é favorável para investimentos na construção em todo o Brasil. “Notamos que outras regiões estão crescendo em ritmo acelerado, basta lembrarmos os números da Caixa Econômica, que apontam incremento de 112% no volume de financiamentos imobiliários. Como a situação de Mato Grosso é mais privilegiada em relação a outros estados, o nosso crescimento ficará acima da média nacional”.

A expectativa, de acordo com Cezário Siqueira, é o governo intensificar os investimentos em obras de infraestrutura, por conta da Copa 2014. Como exemplo, ele cita a liberação de R$ 460 milhões para obras de mobilidade urbana na Grande Cuiabá, anunciada na última quarta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Associados a esses recursos, teremos ainda inúmeros outros investimentos nos próximos anos. É apenas o começo”.

MÃO-DE-OBRA – Em pleno início desta nova fase de crescimento, a indústria da construção civil de Mato Grosso já começa a sentir os efeitos da expansão no setor. “Já identificamos o elo fraco da cadeia imobiliária: será a oferta de mão-de-obra qualificada para trabalhar nos canteiros”, analisa Siqueira.

Segundo ele, com o aumento das obras haverá necessidade de formação e capacitação de trabalhadores para atender à demanda das construtoras. “Já estamos sentindo a carência de mão-de-obra especializada desde agora, apesar do aumento da remuneração salarial. O Senai terá de formar e qualificar pessoal para suprir esta necessidade”, sugeriu.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/145951/visualizar/