Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Quarta - 13 de Janeiro de 2010 às 18:16
Por: Márcia Martins

    Imprimir


AL/MT
Deputado estadual Antônio Brito (PMDB)
Deputado estadual Antônio Brito (PMDB)

Aprovada pelos deputados da Assembleia Legislativa e sancionada pelo Governo do estado, a Lei nº 9.305/10, que cria o “Dia Estadual da Mamografia” em Mato Grosso, entrou em vigor esta semana. A data será comemorada anualmente no dia 09 de novembro com intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da realização do exame preventivo de câncer mamário. O autor da normativa, deputado Antônio Brito (PMDB), informa que na data serão distribuídos panfletos e apresentadas palestras ligadas ao assunto.

Conforme a lei, as atividades alusivas à comemoração do Dia da Mamografia serão desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Saúde, que poderá promover parcerias com o Ministério da Saúde e com as prefeituras municipais para o amplo desenvolvimento de campanhas de conscientização.

Baseado em pesquisas, o deputado lembra que uma das principais causas de morte entre as mulheres, no mundo, é o câncer de mama. E no Brasil, não é diferente. “E o tratamento só é eficaz se for descoberto no início e o exame que detecta o problema é a mamografia”, destaca o deputado ao falar dos benefícios da lei.

O Brasil registra 50 mil novos casos de câncer de mama por ano, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). No ano passado, foi determinado que o Sistema Único de Saúde (SUS), realizasse o exame anualmente a todas as mulheres com mais de 40 anos. Porém, a assessoria do Inca informa que ainda falta organizar a rede de atendimento gratuito, para que todas possam fazer a mamografia gratuitamente.

Vale lembrar que as mulheres devem fazer a primeira mamografia entre 35 e 40 anos. Depois dos 40, o exame deve ser feito anualmente. A mamografia deve ser estendida, também aquelas que não sentem nada, não têm nenhuma queixa e nada palpável, até porque, a finalidade do rastreamento mamográfico é identificar um tumor ainda não palpável, neste caso a possibilidade de cura é de mais de 95%.

Especialistas explicam que vários fatores de risco estão associados ao câncer de mama, entre eles, não ter filho e nem amamentado, ter caso na família, ter menstruado muito cedo ou chegado à menopausa depois dos 55 anos. Portanto, não é possível prevenir primariamente a doença, impedindo que ela apareça. A única estratégia possível e que hoje é feita nos países desenvolvidos, é a detecção precoce do tumor.

O deputado ainda fez questão de destacar o porquê do dia 09 de novembro ter sido escolhido para celebrar a data: “por ser o dia mundial da ciência para que o mais breve possível seja descoberta uma cura para tanta dor e sofrimento”, justifica. Antônio Brito diz que espera que a lei mobilize os Poderes para garantir o acesso gratuito de todas as mulheres acima de 40 anos ao exame periódico.

Principais sintomas do câncer mamário:
Quando se torna palpável, o principal sintoma é o nódulo no seio. A doença pode causar ainda dor mamária, alterações na textura da pele da mama e nódulos na axila.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/146111/visualizar/