Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 16 de Julho de 2013 às 07:13

    Imprimir


Buscando apoio para sua eventual candidatura ao governo do Estado nas eleições do próximo ano, o juiz federal Julier Sebastião da Silva se reuniu na manhã de ontem (15) com o deputado estadual Mauro Savi (PR). Embora a tendência seja que Julier se filie ao PT, que o tem assediado há mais tempo e já teve o magistrado como militante, o encontro visou ampliar as possibilidades de alianças a serem firmadas pelo PR.


 
O convite partiu do próprio Savi, que foi o republicano que mais se mostrou relutante à ideia de a legenda apoiar o senador Pedro Taques (PDT) na disputa pelo Palácio Paiaguás em 2014. A possível aproximação com o PDT foi anunciada pelo senador Blairo Maggi (PR) no mês passado, durante reunião da Executiva estadual. O congressista vem dizendo que não disputará o Executivo pela terceira vez, por isso, tem mantido diálogo frequente com o colega de senado.


 
Savi, por sua vez, garante que a legenda vai dialogar com todos os demais partidos. Apesar disso, se mostrou animado com a chance do juiz ir às urnas.


 
“O Julier seria uma candidatura muito interessante, pois, apesar de não ter experiência política, tem um grande potencial e ainda por cima tem credibilidade e disposição. Estamos conversando. O PR pode até ter candidato próprio, mas, se não tiver, com certeza vai abrir conversa com todos os possíveis candidatos e o Julier é um deles”.


 
O parlamentar, contudo, ressalta que a vontade do grupo político dos pretensos candidatos também precisa ser levada em consideração. “O Julier tem muita vontade, mas não tem experiência. Ele quer somar. Mas temos que ver que ele não é candidato dele mesmo. É candidato de um grupo”, pontua.


 
O republicano revela, no entanto, que ainda não descarta a chance de o magistrado vir a ser o nome do PR para 2014. Além do governo do Estado, Julier estaria considerando disputar uma vaga no Senado.


 
“Ele está conversando com os políticos e com as pessoas mais próximas a ele sobre partido, filiação, espaço, candidatura, enfim, para depois definir para onde ele realmente vai. Ele ainda vai escolher um partido e, com certeza, haverá um convite do PR para que ele se filie”, garante o deputado.


 
Até o momento, o juiz não se filiou a nenhum partido e muito menos oficializou seu nome como candidato ao governo. Nos bastidores, contudo, tem trabalhado seu nome e buscado formar uma aliança que dê sustentação à sua eventual empreitada, principalmente com os partidos que fazem parte da base aliada do governador Silval Barbosa (PMDB). O PMDB, inclusive, é uma das legendas que tem demonstrado interesse em sua filiação.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/14811/visualizar/