Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quinta - 17 de Dezembro de 2009 às 02:48
Por: Maria Angélica de Moraes

    Imprimir


A inadimplência do consumidor no varejo em Mato Grosso registrou uma queda de 8,9% em novembro de 2009 em comparação com o mesmo mês do ano passado segundo levantamento do Crediconsult, sistema de apoio e informação à concessão de crédito da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá e da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat). Na variação mensal a queda foi de 17% em novembro em relação a outubro de 2009. O avanço da economia neste final de ano, acompanhado das melhores condições de crédito, contribuíram para este desempenho. Na opinião de Manuel Gomes, superintendente da Facmat, as campanhas dos empresários no sentido de resgatar o crédito de seus devedores contribuíram para esta retração na inadimplência. "Os empresários incentivaram os inadimplentes a regularizarem sua situação com uma série de vantagens para que as compras de Natal não fossem prejudicadas".

Já o acumulado do ano - janeiro a novembro de 2009 - em comparação com o mesmo período de 2008 apresentou um acréscimo de 8,35% na inadimplência. "São os reflexos da crise. As dívidas feitas no final de 2008 não foram honradas, principalmente no primeiro quadrimestre de 2009".

Nacional - De acordo com o indicador da Serasa a inadimplência do consumidor no Brasil registrou queda de 3,9% em novembro de 2009, na comparação com igual mês do ano anterior, o maior recuo desde maio de 2007 (-7,5%). Na variação mensal, novembro contra outubro de 2009, o indicador também aponta queda, com registro de 1,8%. Já no acumulado do ano, janeiro a novembro 2009/2008, a inadimplência apresenta crescimento de 6,8%.

Nessa referência, a inadimplência de 2009 está abaixo da verificada em todo o ano de 2008 (8%). Segundo os técnicos da Serasa, a expectativa é de que a inadimplência do consumidor feche o ano em um patamar ainda menor, e para 2010, a tendência é de indicadores menores.

Ranking - As dívidas com os bancos lideram o ranking de representatividade da inadimplência do consumidor no país. De janeiro a novembro de 2009, representaram 44,8%, no indicador. Em seguida estão as dívidas com cartões de crédito e financeiras, representando 36% de janeiro a novembro deste ano. Em terceiro lugar, aparecem os cheques sem fundos, com 17,3% de representatividade no acumulado até novembro de 2009. Encerram o ranking os títulos protestados, que nos onze primeiros meses do ano representaram 1,9%.





Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/148316/visualizar/