Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 15 de Dezembro de 2009 às 00:06

    Imprimir


Os advogados que defendem o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá --acusados de matar a filha dele, Isabella Nardoni, 5,-- protocolaram um novo pedido de exame de DNA, informou nesta segunda-feira pelo o TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo. Na semana passada, o exame feito a partir de uma nova amostra de material genético do casal comprovou que o sangue armazenado pelo IC (Instituto de Criminalística) pertencia, de fato, aos dois.

O TJ não divulgou detalhes do novo pedido, nem sob qual justificativa ele foi baseado. A Folha Online não conseguiu localizar com o advogado que representa o casal para comentar o caso.

Ainda segundo o TJ, uma decisão sobre o pedido só deve ser tomada pela Justiça após sair o resultado de uma perícia feita na última quarta-feira (9). Entretanto, o tribunal também não deu detalhes sobre a perícia.

O novo pedido é mais uma tentativa dos advogados do casal para que a Justiça desconsidere provas que embasam a acusação do Ministério Público. Na ocasião da coleta de novo material genético do casal, o promotor Francisco Cembranelli afirmou que havia "uma tentativa da defesa de encontrar alguma falha que desqualifique o trabalho da perícia e da acusação".

Crime

A menina Isabella morreu no dia 29 de março de 2008, quando foi jogada do sexto andar do prédio onde moravam seu pai e sua madrasta, na zona norte de São Paulo. O casal foi preso em maio daquele ano e permanece na prisão desde então.

Os desembargadores da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiram que o casal deve ser levado a júri popular pelo crime. O julgamento ainda não tem data definida, mas a expectativa da Justiça é que ocorra em 2010.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/148571/visualizar/