Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Segunda - 07 de Dezembro de 2009 às 09:26

    Imprimir


O IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1), calculado com base nas despesas de consumo das famílias com renda entre um e 2,5 salários mínimos mensais, fechou novembro com alta de 0,23%, após ter fechado outubro com queda de 0,18%. Com este resultado, a variação acumulada no ano ficou em 3,52% e nos últimos 12 meses, 4,11%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

As despesas com alimentação (que respondem por mais de 40% do orçamento das famílias nessa faixa de renda) foram as que mais contribuíram para o avanço do indicador. O índice do grupo Alimentação passou de queda de 0,87% para alta de 0,40%.

Nesse grupo, a maior contribuição partiu dos alimentos in natura, com destaque para hortaliças e legumes (2,49% para 6,81%) e frutas (-6,53% para 2,57%). Além desses, avançaram também os preços dos itens: Laticínios (-4,92% para -4,18%) e Aves e Ovos (-2,02% para -1,11%).

Os preços nos grupos Vestuário (0,19% para 0,98%) e Despesas Diversas (-0,41% para -0,04%) também subiram, com destaque para os itens: Roupas (0,15% para 1,19%) e Alimento para Animais Domésticos (-1,69% para 0,84%).

Já os preços nos grupos Habitação (0,56% para 0,18%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,06% para -0,44%), Educação, Leitura e Recreação (0,46% para 0,05%) e Transportes (0,03% para 0,01%) desaceleraram ou caíram, com destaque para os itens: Gás de Bujão (1,34% para 0,19%), Artigo de Higiene e Cuidado Pessoal (0,16% para -1,01%), Material Escolar (excluindo livros) (1,15% para 0,25%) e Gasolina (1,81% para 0,73%).





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/149249/visualizar/