Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 01 de Dezembro de 2009 às 13:44
Por: Tatiana Resende

    Imprimir


As vendas de veículos novos registraram em novembro queda de 14,5% no confronto com o mês anterior, com o emplacamento de 251,9 mil unidades, mas ainda assim foi o melhor novembro da série histórica, ultrapassando a marca do mesmo mês em 2007.

No comparativo com igual intervalo no ano passado, houve acréscimo de 41,6% nos licenciamentos devido aos efeitos da crise internacional naquele momento.

O recorde do setor automotivo foi batido em setembro (308,7 mil unidades) devido à corrida dos consumidores às concessionárias para aproveitar o úlitmo mês antes da elevação gradual do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), que voltaria ao patamar original em janeiro. No final de novembro, no entanto, o governo federal anunciou a manutenção das alíquotas mais baixas do imposto, apenas para carros flex, até março de 2010.

No acumulado dos onze primeiros meses do ano, com a venda de 2,848 milhões de veículos, a expansão foi de 8,5%. O número engloba automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões e já é maior do que o contabilizado em todo o ano de 2008.

O ranking de montadoras tem a Fiat na liderança, com 23,6% dos veículos licenciados entre janeiro e novembro no país, quase empatada com a Volkswagen (23,3%). Em seguida aparece a GM (General Motors), com 19,0%.

A projeção oficial da Anfavea (associação das montadoras) é de crescimento de 6,4% nos emplacamentos neste ano ante 2008. O presidente da entidade, Jackson Schneider, já prevê que, em 2010, haverá aumento de 'um dígito' na quantidade de licenciamentos, o que levaria o setor ao quarto ano seguido de recorde nas vendas.

Por causa da queda nas exportações, que deve ficar em 40% no comparativo com o ano passado, a produção não acompanha o bom desempenho dos emplacamentos e deve ter redução de 5,2%, segundo a Anfavea.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/149792/visualizar/