Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Quinta - 11 de Julho de 2013 às 20:13

    Imprimir


Reprodução/Huffington Post
Minerva Zanca é acusada por professores de ofender e fazer comentários racistas sobre as características físicas deles
Minerva Zanca é acusada por professores de ofender e fazer comentários racistas sobre as características físicas deles
Uma professora de uma escola do ensino médio do Queens, em Nova York (EUA), despertou a ira de membros da comunidade depois de supostamente fazer comentários racistas sobre alguns funcionários. De acordo com um assistente da direção da escola, Minerva Zanca teria chamado professores negros de "gorilas". As informações são do portal Huffington Post.


 
Pais de alunos e professores da Pan American International High School, uma escola voltada para imigrantes que chegaram aos EUA há menos de quatro anos, fizeram um protesto em frente ao Departamento de Educação da cidade de Nova York na última segunda-feira (8), exigindo que as autoridades investiguem imediatamente a situação, de acordo com informações da emissora CBS.


 
Além disso, uma petição aberta no site Change.org, uma plataforma de abaixo-assinados pedindo a demissão da diretora reuniu mais de 1.000 assinaturas.


 
A diretora teria ofendido vários professores negros. Eles apresentaram queixa na Secretaria de Igualdade de Oportunidades do Departamento de Educação, segundo informou o jornal Queens Tribune.


 
Dois dos professores, que foram demitidos, disseram ter sido vítimas de assédio moral e que suas avaliações de desempenho abaixo do esperado eram resultado da discriminação racial. Outra professora, que pediu demissão, declarou que também se sentiu alvo de ofensas por conta de sua raça.


 
Em um depoimento, o assistente de direção da escola, Anthony Riccardo, confirmou a queixa dos professores. Ele afirmou que Minerva chamou os professores de "gorilas" e fez comentários a respeito de suas características físicas, segundo a rádio WNYC.


 
Lisa-Erika James, a professora que se demitiu, disse à CBS que com a saída dos professores, a escola não terá mais negros em seu corpo docente.


 
— Éramos os únicos três professores afro-americanos [na escola] e os três saíram, o que quer dizer que não há mais professores afro-americanos na escola quando mais da metade dos estudantes se parecem conosco. 


 
John Flanagan, um dos professores demitidos, informou que deseja ver a diretora responsabilizada pelo que fez. 


 
— Nós realmente queremos responsabilizar a diretora por seus atos. 


 
Questionada sobre as acusações que recaem sobre Minerva, a porta-voz do departamento de educação, Marge Feinberg, disse ao Huffington Post que o assunto está sobre investigação, mas não quis entrar em detalhes.


 
— Posso dizer que a diretora não tem investigações prévias contra ela. 


 
Segundo informações do Huffington Post, 91% dos alunos da escola são estudantes do idioma inglês.




Fonte: Do R7

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/15159/visualizar/