Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quinta - 16 de Julho de 2009 às 08:32

    Imprimir


A crise financeira mundial, que brecou investimentos e gerou desemprego em alguns setores da atividade econômica no Estado, refletiu diretamente no desempenho das vendas do comércio cuiabano no primeiro semestre de 2009.

Levantamento divulgado ontem pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL) aponta recuo de 13,39% nas consultas ao banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em relação ao primeiro semestre do ano passado. O SPC não divulgou o número de consultas e compras que deixaram de ser realizadas no semestre, mas apenas as variações em percentuais.

O SPC mostra em seus dados que no mês de junho deste ano, comparado a igual mês de 2008, apresentou queda de 16,52%. “Abril foi mês com maior saldo negativo, 19,76%”.

Segundo o presidente da CDL, José Alberto Vieira Aguiar, ainda que o fechamento mês a mês tenha sido negativo, algumas melhoras sazonais foram observadas. “O Dia dos Namorados deste ano teve crescimento no número de consultas ao SPC/CDL Cuiabá de 8,95% e o comparativo de consultas ao SPC, entre os meses de maio e abril deste ano, apontou incremento de 14,6% em maio”, analisa.

Ele aponta que a queda das vendas foi seqüencial em praticamente todos os meses deste ano, inclusive em algumas datas comemorativas importantes, como o Dia das Mães, “que apontou decréscimo de 3,61% em relação a 2008”.

PREVISÃO – Para o segundo semestre deste ano, Vieira Aguiar lembra que ficará “muito feliz” se as vendas no Dia dos Pais – a ser comemorado no próximo dia 9 de agosto - empatar com a data no ano passado.

Ele informou que o aumento no número de consultas ao SPC, no comparativo entre a quinzena do Dia dos Pais de 2008 e o mesmo período de 2007, ficou em torno de 4%.

“No geral, o crescimento no banco de dados do SPC ficou em 3,93%. Por segmento, temos resultados acima de dois dígitos em vendas de lojas que trabalham com produtos mais propícios para presentear os pais, a exemplo de roupas e calçados masculinos, perfumaria e alguns eletroeletrônicos”, comentou Aguiar. (MM)





Fonte: Diário de Cuiabá

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/157185/visualizar/