Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Sábado - 11 de Julho de 2009 às 09:20

    Imprimir


Nada menos que 18 dos 24 deputados sonham com a reconquista do mandato e, mesmo a 15 meses para as eleições, já se movimentam em busca desse projeto. Aqueles que abandonaram suas bases ou segmentos os quais juraram representá-los começam, estrategicamente, a investir no trabalho de reaproximação. Apesar da atuação pífia, como Sebastião Rezende (PR) e Wallace Guimarães (DEM), alguns se mostram convictos de que vão obter êxito nas urnas de novo por causa de seus segmentos e do uso do poderio econômico. Quem está dentro se esforça para continuar, enquanto os de fora também se organizam para entrar, na esperança da renovação das vagas chegar até a 70%.

Rezende é evangélico da Assembleia de Deus, com milhares de seguidores Mato Grosso afora. Ele tem apoio, por exemplo, da maioria dos pastores que, desde já, se transformaram em cabos eleitorais. Wallace espera retribuição de vereadores e de alguns prefeitos para os quais deu apoio em 2008. Além disso, a sua esposa Jaqueline Magalhães, secretária de Saúde de Várzea Grande, já pede voto para o marido junto aos servidores. O democrata tenta superar o escândalo do ano passado. Foi carimbado como traíra por se recusar a apoiar o colega de partido Júlio Campos e até de supostamente ter recebido dinheiro para se juntar ao prefeito reeleito Murilo Domingos. Um vídeo o mostrou "ensacando" dinheiro.

O deputado Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), mesmo com dificuldades para se consolidar na região do Araguaia, atua em várias frentes na esperança de se manter na Assembleia. Tenta ampliar sua base na região Sul e, para isso, "colou" no prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio, do mesmo PMDB.

Em meio às "costuras" de bastidores, seis deputados estão dispostos a buscar outros cargos eletivos. O presidente da AL, José Riva (PP), mesmo com vários processos na Justiça, se articula para o Senado. O líder do governo no Legislativo, Mauro Savi (PR), é pré-candidato a deputado federal, enquanto Sérgio Ricardo (PR) vive expectativa de se tornar conselheiro do TCE. Otaviano Pivetta (PDT) e Percival Miuniz (PPS) são tidos como virtuais candidatos a governador. O democrata Zé Domingos espera ser contemplado numa chapa majoritária como candidato a vice.

Desse modo, sobram como pré-candidatos à reeleição os deputados peemedebistas Nataniel de Jesus, que substitui Daltinho por quatro meses, Antonio Brito e Nilson Santos. Do PR, estão Wagner Ramos, João Malheiros, Jota Barreto e Rezende. Do DEM, são apresentados Wallace, Dilceu Dal Bosco, Gilmar Fabris e José Domingos. O PP tem Maksuês Leite, Antonio Azambuja e Airton Português. Os três deputados petistas vão à reeleição, sendo eles Ságuas Moraes, que está licenciado e conduz a Educação do Estado, Alexandre Cesar e Ademir Brunetto. Carlos Brito, substituto temporário de Pivetta, é outro que tentará a reeleição, assim como Roberto França (sem partido), Wilma Moreira (PSB) e os tucanos Guilherme Maluf e Chica Nunes.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/157472/visualizar/