Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Meio Ambiente
Quarta - 01 de Julho de 2009 às 07:02

    Imprimir


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, Ministério Público e Câmara Municipal realizaram nesta terça-feira ( 30.06), o pré-lançamento da campanha de combate a queimadas urbana e rural, com o tema “Queimadas : O prejuízo é de todos”. Na solenidade de pré-lançamento da campanha participaram representantes do governo, associações, conselhos e as empresas da cidade de Tangará da Serra, 239 quilômetros da capital, na região Médio Norte.

O lançamento da campanha está marcado para acontecer nesta quarta-feira (01.07) no Centro Cultural do município, localizado no centro da cidade. O evento está voltado para a divulgação do projeto de combate a queimadas nas zonas urbana e rural. Neste evento participarão representantes de órgãos públicos, como a prefeitura, Câmara Municipal, Corpo de Bombeiros e a Sema. O empresariado de Tangará da Serra também dará o seu apoio no lançamento.

O projeto tem como meta uma campanha de ação preventiva em combate as queimadas. Estas medidas são realizadas há 3 anos no município e visam incentivar as pessoas a não praticar queimadas, ou quando for preciso, procurar o órgão responsável pela autorização, que é a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). “A pretensão é alcançar as regiões urbanas e rurais. A queimada urbana é proibida o ano todo, mas é necessário que haja estas medidas preventivas e de conscientização da população. Nosso foco é solucionar os problemas de queimadas do município”, afirma a analista de Meio Ambiente, Letícia Barbosa de Freitas.

A campanha prevê a realização de palestras nas escolas, associações de bairros e a comunidade rural. O objetivo é levar informação à população e evitar que haja queimadas. Nas escolas haverá um concurso de desenho e redação para abordar o tema. O aluno que ganhar em primeiro lugar será premiado com um computador. O melhor desenho irá ilustrar a campanha do próximo ano. O concurso vai selecionar um aluno de cada nível escolar - Ensino Básico, Fundamental e Médio, explicou Letícia Barbosa de Freitas.

A campanha tem previsão de ir até o dia 15 de setembro (período de proibição das queimadas), mas pode ser prorrogada, caso o Governo do Estado de Mato Grosso determine prorrogação da data da proibição.

A campanha vai ter VT veiculado nos veículos de comunicação e folders que serão distribuídos para a população.

Queimadas

No ano de 2007, entre os meses de junho a setembro foram registrados, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) 1.485 focos, na região de Tangará da Serra.

O mês com maior número de focos foi agosto, com 550 e o mês com menor índice foi junho com 317 focos de queimadas. No ano passado (2008), de junho a setembro, o INPE registrou um total de 697 focos de queimadas. O mês que aconteceu maior queima foi em julho com 246 focos. O menor registro ocorreu no mês de setembro com 100 focos.

Uma comparação entre os anos de 2007 e 2008, é possível observar uma redução de 46% dos focos de calor na região. Os dados foram disponibilizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).





Fonte: Assessoria Sema-MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/157886/visualizar/