Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 01 de Julho de 2009 às 04:11
Por: Andréa Haddad

    Imprimir


O PT já tem ao menos seis pré-candidatos ao cargo de deputado federal nas eleições de outubro de 2010 e outros 11 para a disputa a estadual. Ao lado do presidente do diretório regional da legenda, deputado Carlos Abicalil, que ainda não sabe se disputará a reeleição à Câmara Federal, a governador ou ao Senado, mais seis militantes petistas são apontados como pré-candidatos a deputado federal. Um deles é o ex-coordenador da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em Mato Grosso e ex-vereador por três mandatos de Rondonópolis, José Ferreira Lemos Neto, o Juca Lemos. Em 2006, ele disputou o cargo e ficou como segundo-suplente, com 7.329 votos, contra a votação de 128.851 do candidato eleito pelo PT, Carlos Abicalil.

Os pré-candidatos a federal José Antonio da Silva, o Zé do PT, derrotado à prefeitura de Porto Esperidião e com base eleitoral na região de Cáceres, e Manoel Luiz Noschang, da região de Nova Mutum, também tentaram se eleger, sem êxito, em 2006 e vão concorrer novamente ao pleito no ano que vem. O primeiro recebeu 6.203 votos e ficou como terceiro-suplente do PT na Câmara Federal. Logo em seguida, como quarto-suplente, aparece Noschang, que obteve 2.547 votos.

Outro pré-candidato da legenda a federal é o candidato derrotado à Prefeitura de Vila Rica, Roberto Miranda Pita, o Beto do PT, que recebeu apenas 263 votos nas eleições de 2008, contra 5.282 obtidos pelo prefeito eleito, Naftaly Calisto da Silva (PMDB). Ligado ao grupo político do deputado estadual Ademir Brunetto, Beto deverá ser o candidato da legenda pela região do Araguaia. O secretário-geral da executiva estadual do PT, Jairo Rocha, e o médico Alencar Farina, candidato derrotado a vice-prefeito de Cuiabá em 2004, hoje primeiro-suplente do PT na Câmara de Cuiabá, também são pré-candidatos a federal.

Já para a disputa das 24 cadeiras da Assembleia Legislativa, o PT vai tentar emplacar novamente o deputado licenciado, que responde atualmente pela secretaria estadual de Educação, Saguás Moraes. Ele foi o campeão de votos pela legenda em 2006, sendo eleito com nada menos que 25.983 votos. O segundo colocado, Ademir Brunetto, que obteve 19.460 votos, tentará a reeleição, tal como o primeiro-suplente do PT na Casa, atualmente no exercício do cargo devido à licença de Saguás, Alexandre César. Único vereador do PT na Câmara de Cuiabá, Lúdio Cabral também pretende alçar vôo mais alto e disputar a cadeira no Legislativo estadual. A ex-vereadora por Cuiabá, Enelinda Scala, e a ex-deputada, atualmente secretária-adjunta de Gestão de Pessoas da Seduc, Vera Araújo, a Professora Verinha, são duas fieis pré-candidatas da legenda. Nas eleições de 2006, Verinha recebeu 17.158 e ficou como segunda suplente do PT na AL. Já em 2008, Verinha disputou o cargo de vice-prefeita na chapa encabeçada pelo empresário Mauro Mendes (PR), chegando até o segundo turno, mas derrotada por Wilson Santos 9PSDB). Enelinda perdeu tada nas urnas em 2008 e não conseguiu se reeleger vereadora por Cuiabá.

Dentre as novas lideranças cotadas para disputar uma das vagas na AL está o vereador por Alto Taquari, Marco Aurélio Julien, segundo mais votado nas eleições de 2008. Ele já tentou conquistar uma vaga no Legislativo, mas ficou como quinto suplente, com apenas 1.824 votos. O advogado e militante do PT de Várzea Grande, Vilson Nery, o ex-prefeito de Confresa, Mauro Sérgio Pereira de Assis, além dos candidatos derrotados a vereador por Sinop e Tangará da Serra, respectivamente, Sergio Moacir de Vargas, o Sergio do PT, e Gilcelio Luiz Peres, também são cotados para disputar a vaga de estadual.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/157894/visualizar/