Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Segunda - 10 de Novembro de 2008 às 12:29

    Imprimir


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) já deu início a Campanha Nacional de Vacinação Anti-Rábica desde o mês de outubro de 2008. Para esse ano, a estratégia adotada pelo Estado foi começar a vacinação pela Zona Rural de Mato Grosso. Até o momento já foram vacinados 20.886 cães e 5.221 gatos, num total de 26.107 animais. Em Tangará da Serra, a Secretaria Municipal de Saúde já começou a convocar todos os proprietários de animais cães e gatos para realizarem a vacinação contra a Raiva canina e felina, que é gratuita e obrigatória nos animais que não foram vacinados contra Raiva este ano.

Desta forma, o dia ´D´ está programado para acontecer no dia 22 de novembro em todas as Unidades de Saúde da Família (USF´s) e no Posto Central, das 8h às 16h. Os responsáveis pela vacinação informam que dessa vez não será entregue a vacina para se levar para casa.

Segundo dados ainda da Secretaria Municipal de Saúde, Tangará da Serra não tem registro da doença há muitos anos e a expectativa é imunizar aproximadamente 17 mil animais este ano. No ano passado foram vacinados 16 mil. A meta para Campanha Estadual de Vacinação Anti-Rábica animal em todo Estado para 2008 é de 641.266 animais entre cães e gatos. Desses, 520.757 são para cães e 120.509 para gatos. Em 2007, a Campanha atingiu um percentual de 95,18%. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de atingir 80% de cobertura vacinal. Para 2008, o Estado pretende ultrapassar a cobertura vacinal atingida em 2007.

A Campanha Estadual de Vacinação contra a raiva animal para cães e gatos, em consonância com o Ministério da Saúde tem como slogan “Amor não tem raça! Não permita que seu melhor amigo morra de raiva!” Essa ação de imunização tem como objetivo controlar a Raiva Animal sendo esta uma das atividades que visem a sua profilaxia.

"A raiva é uma doença causada pelo vírus Lyssavírus, que ocorre nos mamíferos e pode ser transmitida ao homem pela saliva do animal contaminado por agressão ou contato com a pele lesionada ou mucosas (boca, olhos, narina, etc). É incurável, sempre fatal, tanto para os homens como para os animais, causada pelo Lyssavírus, transmissível a humanos e a única forma de prevenção é a vacina anti-rábica em cães e gatos, sendo os principais transmissores no aglomerado urbano. O último caso de humano contaminado com o vírus da raiva no Estado, aconteceu no ano de 2.000. De lá pára cá nenhum caso mais foi registrado. Para manter essa situação é necessário que os proprietários de animais os mantenham imunizados o que deve ser feito pelo menos uma vez por ano”, aconselhou a veterinária da Vigilância em Saúde Ambiental, Silene Manrique Rocha.

A veterinária lembrou que no ano de 2007 foram registrados apenas dois casos de raiva animal em todo Estado, um em Cuiabá e outro em Várzea Grande. Até o momento do ano de 2008, não houve nenhum registro de caso de raiva animal. “Em todos os casos em que animais contraem o vírus da raiva eles adoecem e morrem no prazo médio de 10 dias”, explicou a veterinária.





Fonte: Diário da Serra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/169889/visualizar/