Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Quinta - 30 de Outubro de 2008 às 08:29

    Imprimir


O presidenciável democrata Barack Obama está sete pontos à frente do adversário republicano John McCain , a cinco dias das eleições, segundo sondagem Reuters/C-SPAN/Zogby divulgada nesta quinta-feira.

Obama, que já aparecia com vantagem de cinco pontos na última pesquisa, tem agora 50% da preferência dos eleitores, contra 43% de McCain. A pesquisa ouviu 1.202 pessoas entre segunda e quarta-feira e tem margem de erro de 2,9 pontos percentuais.

Obama ficou estável ou ampliou vantagem em grupos estratégicos. Ele aparece 19 pontos à frente entre eleitores independetes, 10 pontos entre as mulheres, 9 entre católicos e 7 entre eleitores com idades acima de 65 anos. Em relação ao eleitorado masculino, a vantagem do democrata é de 5 pontos.

A pesquisa também mostra que McCain registra, entre os hispânicos, uma aceitação menor do que a do presidente George W. Bush em 2004. O republicano tem 30% do eleitorado, contra 40% que votaram em Bush nas últimas eleições.

"Essas não são boas notícias para McCain. A disputa entre os candidatos estava se acirrando nos últimos dias, mas a tendência agora está se revertendo", afirmou o especialista em pesquisas, John Zogby.

Estados-pêndulo

Pesquisas nesta quarta-feira mostram o avanço de Obama em Estados-pêndulo. Em Nevada, ele aparece à frente de McCain em quatro pesquisas divulgadas nos últimos dois dias. Uma delas, da Associated Press/GfK, mostra Obama com 52% dos votos e McCain com 40% --diferença de 12 pontos percentuais. Mais modesta, a Rasmussen dá 50% para Obama e 46% para McCain.

Já sondagem feita pela Universidade de Quinnipiac, que fica na região de Nova York, mostra Obama consolidando a vantagem em outros dois Estados-pêndulo, Ohio e Pensilvânia. Na Flórida, no entanto, a disputa ainda é acirrada.

Em Ohio, Obama venceria McCain, por 51% a 42%; enquanto na Pensilvânia por 53% a 41%. Na Flórida, a diferença é de dois pontos para o democrata, 47% a 45%. A sondagem foi feita entre os dias 22 e 26 de outubro. O último candidato à Presidência a vencer nesses três Estados foi o republicano Ronald Reagan, em 1980.

A vantagem de Obama em Estados-pêndulo como Nevada --ou seja, que não têm preferência partidária-- é importante para a campanha democrata porque, nos EUA, a eleição é indireta. Ou seja, a votação dos delegados do Colégio Eleitoral é que define o próximo presidente.

Cada Estado tem um número de delegados proporcional à sua população. Esses delegados costumam votar de acordo com a votação popular, embora não sejam obrigados.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/170538/visualizar/