Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quinta - 14 de Agosto de 2008 às 13:08
Por: Flávia Borges

    Imprimir


Três candidatos estão na corrida sucessória em Nova Mutum (a 250 km ao Médio-Norte da Capital). O vereador Diógenes Jacobsen (PR) está no páreo e tem como principal cabo eleitoral o prefeito de 2º mandato Adriano Pivetta (PPS). Irmão do deputado estadual e empresário Otaviano Pivetta (PDT), Adriano é um dos 46 prefeitos mato-grossenses que estão no 2º mandato e, por força da legislação, não podem concorrer ao 3º mandato consecutivo.

O vereador Diógenes disputa o pleito com o apoio de seis siglas: PR, PPS, PDT, PP, PTB e PC do B. Sua coligação Nova Mutum Unida e Forte apresenta como vice da chapa Luciano Martins (PPS), o doutor Luciano.

Do outro lado está a vereadora petista Alice Faccio Santos (PT). Ela conseguiu amarrar apenas duas siglas no arco de alianças: o PV e o próprio PT. Conta com o agrônomo Agnaldo Porfírio (PV), o Trovão, como vice. Já o peemedebista Lírio Lautensschlager, que disputou com Adriano Pivetta em 2004 e perdeu por uma diferença de 1,6 mil votos, encara a disputa novamente.

Lírio foi vice-prefeito no primeiro mandato de Adriano, mas rompeu com o gestor logo após a posse. Desde então, ele tem feito oposição ao irmão do deputado Pivetta. Na busca pelo comando da prefeitura, o candidato do PMDB, que disputa numa chapa composta com o vereador Sadi Ribeiro (PSDB), tem aval de cinco legendas (PSDC, PSDB, PMDB, DEM e PSB).

Patrimônio

Lírio é o candidato a prefeito mais rico de Nova Mutum. Ele declarou à Justiça Eleitoral bens que chegam a quase R$ 5 milhões. Sua fazenda está orçada em R$ 4 milhões. Seu vice também é milionário. Detém fortuna de R$ 1,1 milhão. Já Diógenes possui R$ 641 mil. Entre seus bens está uma fazenda avaliada em R$ 500 mil, enquanto Luciano acumula bens avaliados em R$ 330 mil. Alice e Trovão são os mais "pobres". O vice de Alice declarou bens de R$ 150 mil, ao passo que a candidata R$ 71 mil.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/174824/visualizar/