Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 12 de Agosto de 2008 às 17:52

    Imprimir


As exportações diretas das cooperativas brasileiras registraram crescimento de 28,4% no primeiro semestre de 2008, na comparação com o mesmo período do ano passado. As vendas do setor ao exterior somaram US$ 1,86 bilhão, contra US$ 1,45 bilhão em 2007. O volume exportado foi de 3,5 milhões de toneladas, contra 3,8 milhões de toneladas em 2007.

Os dados fazem parte de um estudo da Gerência de Mercados da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), com base em informações da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento.

Segundo o levantamento, a balança comercial do setor apresentou um superávit de US$ 1,6 bilhão, com crescimento de 19,53% em relação ao primeiro semestre do ano anterior. Nesse mesmo período, as cooperativas brasileiras importaram US$ 277,87 milhões. "O resultado vem em conseqüência, principalmente, da comercialização dos produtos do complexo soja, carnes e do setor sucroalcooleiro", afirma.

Conforme o estudo, os valores exportados e a cotação do dólar apresentaram comportamentos inversos. "Mesmo com os desafios impostos para a exportação da produção, destacando-se a valorização do real frente ao dólar de 42,9% nos meses de janeiro a junho entre 2004 e 2008, as cooperativas registraram receitas cambiais crescentes".

Entre os produtos exportados pelas cooperativas brasileiras, foi destaque no primeiro semestre do ano, ocupando o primeiro lugar no ranking, o complexo soja, totalizando US$ 648,68 milhões e respondendo por 34,89% do total exportado. Segundo a pesquisa, foi registrado crescimento de 73,24% em relação ao mesmo período de 2007, quando os embarques somaram US$ 374,45 milhões.

O segmento das carnes aparece em seguida, com total de US$ 410,94 milhões e volume exportado de 194,40 mil toneladas. Em terceiro lugar aparece o complexo sucroalcooleiro, com 22,09% das exportações.

Mercados

O principal mercado de destino dos produtos das cooperativas brasileiras foi a China, que representou 12,28% do total das exportações. No mesmo período, em 2007, respondia por 10,79% das vendas, com valor de US$ 156,14 milhões.

Na seqüência, aparecem a Alemanha (11,08%), os Países Baixos (9,31%), a Rússia (6,07%), os Estados Unidos (6,04%) e o Japão (5,61%). "Pode-se destacar ainda a participação do Paquistão, com um total de US$ 51,95 milhões, o que representa uma parcela de 2,79% das vendas diretas das cooperativas. No mesmo período do ano anterior, sua participação foi de apenas 0,01%", mostra o estudo.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/174977/visualizar/