Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 25 de Junho de 2008 às 08:39

    Imprimir


O Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) teve variação de 0,90% em junho, ficando acima do resultado de 0,56% de maio, puxado pela alta dos preços de alimentos, principalmente das carnes. Com este resultado, a variação do IPCA-E ficou em 2,06% no segundo trimestre do ano, acima do mesmo trimestre de 2007 (0,77%), e fechou o semestre com 3,67%. No mesmo período de 2007, havia ficado em 2,18%.

Os produtos alimentícios mantiveram a trajetória de alta, subindo 2,30% em junho, acima do resultado de 1,26% de maio, e acumularam 8,62% no primeiro semestre do ano. O grupo alimentação e bebidas foi o principal responsável pelo resultado do IPCA, contribuindo com 0,51 ponto percentual.

A maior taxa individual ficou com o item carnes, que teve alta de 5,35% e contribuição de 0,11 ponto percentual. Também subiram o arroz (17,09%), batata inglesa (16,79%), tomate (8,60%), macarrão (4,89%), pão francês (3,43%) e refeição fora de casa (1,55%).

A mediana das estimativas de 30 instituições financeiras apontava uma taxa de 0,78% para o indicador de junho, próxima da alta de 0,79% registrada pelo IPCA fechado do mês passado.

O IPCA-15 é tido como uma prévia do IPCA, o índice que serve de referência para a meta de inflação do governo.

A metodologia de cálculo é a mesma, apurando a variação de preços para famílias com renda de até 40 salários mínimos em 11 regiões metropolitanas do País.

A diferença está no período de coleta, já que o IPCA mede o mês calendário.

Com informações da Reuters





Fonte: Redação Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/178083/visualizar/