Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Segunda - 23 de Junho de 2008 às 22:17

    Imprimir


Mais de 500 mil trabalhadores com direito ao abono salarial do PIS têm uma semana para sacar os valores. No dia 30 encerra o calendário em vigor. A Caixa Econômica Federal informou que já efetuou 11,4 milhões de pagamentos (95,72% do total). O benefício equivale a um salário mínimo (R$ 415).

Segundo o banco, os valores atingiram R$ 4,23 bilhões e outros R$ 211 milhões podem ser repassados às pessoas que ainda não buscaram o abono. Em comparação ao exercício anterior, 1,9 milhão trabalhadores a mais receberam o benefício. A estimativa da Caixa para pagamento no calendário atual é 21% superior ao passado.

De acordo com o banco, o objetivo do Ministério do Trabalho é atingir 97% dos trabalhadores com direito ao benefício.

Tem direito o trabalhador cadastrado no PIS até 2002 que tenha trabalhado pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano de 2006 com carteira de trabalho assinada pela empresa; tenha recebido, em média, até dois salários mínimos mensais; e que tenha tido seus dados informados corretamente por sua empresa na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) do ano-base 2006.

Quanto aos rendimentos, tem direito ao saque o trabalhador que foi cadastrado no PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que tenha saldo de quotas do PIS.

Quem ainda não recebeu o abono salarial, desde julho de 2007 até agora, tem até o dia 30. Se possuir o Cartão do Cidadão, com senha cadastrada, a pessoa pode receber o benefício nos mais de 20 mil pontos, entre terminais de auto-atendimento, casas lotéricas e correspondentes bancários Caixa Aqui, inclusive nos fins de semana.

Entre os 11,4 milhões de trabalhadores que já foram atendidos, estão os que receberam por meio de crédito em conta (correntistas da Caixa), por crédito junto com seu salário pelo Caixa PIS-Empresa e os que utilizaram as agências e os serviços dos postos de atendimento do banco.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/178240/visualizar/