Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 08 de Abril de 2008 às 16:20

    Imprimir


Foi divulgado hoje a lista das pessoas portadoras de necessidades especiais classificadas no concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Conforme consta do edital, foram reservadas 5% das vagas, de um total de 2 mil oferecidas - 1,4 mil para o cargo de técnico do seguro social e 600 para analista do seguro social - para pessoas portadoras de deficiência. No entanto, estão sendo publicados os nomes de 200 candidatos, ou seja, o dobro do número de vagas, conforme determina o edital.

O candidato que se declarar portador de necessidades especiais será submetido a uma perícia médica, promovida por equipe multiprofissional do INSS, que irá verificar sua qualificação para o cargo, ou seja, se a deficiência é compatível com as atribuições da função a ser desempenhada.

Também os classificados nessa opção serão convocados entre os dias 19 e 24 de maio. Os candidatos poderão conferir as notas, classificação final, localidade da vaga, cargo e formação no site www.cespe.unb.br/concursos /INSS2007.

Convocação

Todos os candidatos convocados irão receber cartas do INSS, que serão enviadas pelos Correios ainda este mês. Os convocados deverão apresentar no ato da posse os documentos pessoais (cópias autenticadas), declarações e exames médicos. Essa documentação deverá ser entregue, antes da posse, na unidade de Recursos Humanos da Gerência Executiva a que estiver subordinada a sua unidade de lotação.

Documento pessoais

Carteira de identidade;

CPF;

PIS/PASEP;

Certidão de nascimento dos dependentes;

Certidão de casamento, se for o caso;

Diploma de conclusão de curso superior (para os analistas);

Diploma de conclusão do nível médio (para os técnicos);

Título de eleitor, com comprovante de regularidade junto à Justiça Eleitoral;

Última declaração do imposto de renda, com recibo de entrega;

Uma foto 3x4 colorida, com fundo branco;

Certificado de reservista (para candidato do sexo masculino);

Comprovante de residência em que conste o nome do candidato;

Certidão negativa emitida pelos foros criminais dos lugares em que o candidato tenha residido nos últimos cinco anos;

Folha de antecedentes emitida, no máximo há seis meses, pela Polícia Federal e polícia dos estados em que o candidato tenha resido nos últimos cinco anos;

Declaração firmada pelo candidato de não haver sofrido no exercício profissional, ou de qualquer função pública, penalidade disciplinar por prática de atos desabonadores ou condenação por crime ou contravenção;

Termo de compromisso firmado pelo servidor se comprometendo a permanecer na localidade para a qual foi nomeado por, no mínimo, três anos, a contar da data do efetivo exercício;

Declaração firmada pelo candidato de não ter sido, nos últimos cinco anos, responsável por atos julgados irregulares por decisão definitiva do Tribunal de Contas da União (TCU) ou dos tribunais de contas estaduais, DF ou pelo Conselho de Contas do Município;

Declaração firmada pelo candidato de não ter sido, nos últimos cinco anos, punido, em decisão da qual não caiba recursos administrativos, em processo administrativo disciplinar por ato lesivo ao patrimônio público de qualquer esfera de governo;

Declaração firmada pelo candidato de não ter sido, nos últimos cinco anos, condenado em processo criminal por prática de crime contra a Administração Pública;

Exames Médicos;

Exames laboratoriais;

Exames cardiológicos;

Avaliação psicológica com laudo;

Outros exames que a junta médica oficial entender necessário para emissão do atestado de aptidão.





Fonte: TVCA

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/182284/visualizar/