Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 26 de Fevereiro de 2008 às 16:25
Por: Danielle Cunha

    Imprimir


O deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) participou de uma entrevista na TV Assembléia, nesta terça-feira (26), onde abordou assuntos como a avaliação dos trabalhos frente à Secretaria de Saúde de Cuiabá, apuração de denúncias acerca dos medicamentos, pretensões legislativas, a situação do bloco independente, discussão sobre a renegociação da dívida do Estado e temas relacionados ao meio ambiente.

Quanto ao retorno à Assembléia Legislativa, Guilherme Maluf disse que os compromissos e lutas serão reassumidos, principalmente sobre a saúde e meio ambiente. “São duas questões que estão carentes de propostas, já que o reflexo do meio ambiente interfere diretamente na saúde do cidadão”, falou o deputado ao se referir sobre o ´Setembro Negro´, onde a liberação de queimadas nesse período, no ano passado, fez com que aumentassem os casos de problemas respiratórios.

“Este é um reflexo da falta de política ambiental, principalmente nos fatos controversos quanto aos números repassados pelo Ministério do Meio Ambiente e pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA)”. O deputado irá na próxima semana a Brasília, visitar o Ministério do Meio Ambiente, a fim de ter acesso a esses dados e verificar realmente qual a situação de Mato Grosso em relação às queimadas.

O parlamentar voltou a dizer que a pasta da Saúde (Secretaria Municipal de Saúde) foi um desafio, uma vez que ao assumi-la todos os segmentos estavam em greve. “Durante nossa gestão conseguimos obter bons resultados, principalmente porque não houve um dia de greve”, disse, ao lembrar também das supostas denúncias sobre os medicamentos vencidos e, conseqüentemente, da solicitação que fez à Câmara Municipal de Cuiabá para o acompanhamento de todas as sindicâncias sobre sua gestão e dos demais secretários que passaram pela Secretaria.

A formação do bloco independente na Assembléia Legislativa foi outro ponto destacado, uma vez que o objetivo deste é unificar as idéias dos parlamentares que compõem o bloco para que sejam discutidas e debatidas juntas. “Serão assuntos de interesses da população, sem radicalismo, para que o trabalho seja produtivo”, frisou Maluf.

Um exemplo apontado pelo deputado sobre as discussões no bloco independente envolve a renegociação da dívida do Estado juntamente com a sociedade, por intermédio de audiências públicas. “É de suma importância, para que seja conduzida de forma criteriosa a decisão”.

O bloco independente aglutina os partidos PDT, PTB, PSDB e PPS tendo como líder o deputado estadual progressista Percival Muniz.

Sobre a eleição da nova Mesa Diretora da Casa, e sobre a possibilidade do surgimento de uma chapa do bloco independente, Maluf ponderou que a discussão ainda é prematura, uma vez que o bloco tem atuação extremamente política. “O principal é discutir de que forma o bloco independente pode contribuir para o melhor andamento da Assembléia Legislativa”, concluiu o deputado.





Fonte: Assessoria/AL

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/185510/visualizar/