Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sábado - 13 de Outubro de 2007 às 16:00

    Imprimir


A Agência Fazendária (Agenfa) de Cáceres realiza segunda-feira (15) uma reunião com empresários e sociedade civil organizada para debater ações que inibam o avanço da informalidade no comércio no município. O evento está marcado para começar às 19h, no Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A gerente da Agência Fazendária de Cáceres, Vanda Helena da Silva Peres, explica que a realização da reunião foi requisitada pelos empresários do comércio, sob a alegação de que é expressivo e crescente o índice de informalidade no segmento, o que, segundo eles, têm causado prejuízo para o setor formal.

“Em Cáceres, a inadimplência tributária do comércio varejista é de aproximadamente 71,2%. Isso porque, conforme os empresários, eles não estão tendo como competir com os informais (camelôs), que vendem seus produtos a preços bem menores”, observa.

Ela acrescenta que Cáceres faz fronteira com a Bolívia, o que favorece, em tese, a informalidade do setor, pois as bancas do comércio informal da cidade são abastecidas substancialmente por mercadorias importadas do país vizinho. A partir das discussões feitas na reunião, a idéia é traçar estratégias para conter a informalidade do segmento.

Vanda Peres salienta que foram convidados também para participar da reunião representantes das associações de bairros, neste caso, visando fundamentalmente difundir a consciência fiscal cidadã. “Quando o cidadão tem a consciência de que é preciso exigir a nota fiscal, ele ajuda a desestruturar o mercado informal, a venda de produtos pirateados”, comenta.

Traçar ações para conter a informalidade no comércio integra o plano emergencial de trabalho da Agenfa de Cáceres para 2007 e 2008. A reunião do dia 15 de outubro está sendo organizada pela Agenfa do referido município em parceria com a o Sebrae e Associação Comercial da cidade. Participarão do evento representantes da Polícia Federal, Receita Federal, Prefeitura, Movimento Pró-Cáceres, entre outros membros da sociedade civil organizada.





Fonte: TVCA

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/202923/visualizar/