Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Segunda - 24 de Setembro de 2007 às 13:03

    Imprimir


A taxa média de juros no crédito bancário caiu de 35,9% ao ano em julho para 35,7% em agosto, informou hoje o Banco Central (BC). Em 12 meses até agosto, a taxa média acumula queda de 6,2 pontos porcentuais. Nas operações com pessoas físicas, a taxa média recuou de 47% em julho para 46,6% em agosto. Em 12 meses até agosto, esta taxa teve queda acumulada de 7,3 pontos porcentuais. Já a taxa média de juros dos empréstimos às pessoas jurídicas aumentou de 23% em julho para 23,1% em agosto. Apesar da alta, a taxa média dessas operações acumula queda de 4,8 pontos porcentuais em 12 meses até agosto.

As operações de crédito do sistema financeiro tiveram um crescimento de 2,9% em agosto contra julho, de acordo com o Banco Central. Com a variação, o estoque dessas operações aumentou R$ 817,960 bilhões, em julho para R$ 841,507 bilhões. Em julho, a expansão do crédito havia sido de 1,7% e, no período de 12 meses até agosto, de 24,8%. A participação do crédito no Produto Interno Bruto (PIB) subiu de 32,5% em julho para 33,1% em agosto.

A base monetária (papel moeda emitido nas reservas bancárias) teve expansão de 0,8% na média dos saldos diários de agosto. Com a variação, o saldo da base passou dos R$ 116,458 bilhões de julho para R$ 117,425 bilhões em agosto. Em 12 meses até agosto, a base registra expansão acumulada de 14,6%.

A média do spread bancário (diferença entre os juros cobrados e os juros pagos pelos bancos) de 25,1 pontos porcentuais em julho para 24,7 pontos porcentuais em agosto. Em 12 meses até agosto, o spread médio do crédito nos bancos teve uma queda acumulada de 2,8 pontos porcentuais. Nas operações com pessoas físicas, o spread médio caiu em agosto, em relação a julho, de 36,3 para 35,3 pontos porcentuais. Já o spread dos empréstimos das pessoas jurídicas aumentou em agosto, contra julho, de 12,1 para 12,4 pontos porcentuais.

A taxa de inadimplência do crédito bancário permaneceu estável em 4,7% em agosto. Em agosto do ano passado, a taxa de inadimplência destas operações foi de 5%. Nas operações com pessoas físicas, a inadimplência subiu em agosto, ante julho, de 7,1% para 7,2%. Em agosto do ano passado, a inadimplência destas operações era de 7,6%. Nas operações com pessoas jurídicas, a inadimplência permaneceu estável em 2,4% em agosto. Em agosto do ano passado, a inadimplência dessas operações era de 2,6%.

O BC também informou que o prazo médio das operações de crédito bancário aumentou de 332 em julho para 339 dias em agosto. Nos empréstimos das pessoas físicas, o prazo foi elevado no mesmo período de 408 para 414 dias. O prazo médio dos empréstimos para pessoas jurídicas foi elevado de 261 para 271 dias. (Gustavo Freire)





Fonte: AE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/205997/visualizar/