Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Segunda - 17 de Setembro de 2007 às 22:36

    Imprimir


A cadeia de pecuária de corte da região de Água Boa (720 km de Cuiabá) discute, nesta segunda-feira (17/09), às 19 horas, no sindicato rural do município a migração para o novo Sisbov, cujo prazo termina em 31 de dezembro e, de acordo com o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) não será prorrogado. O consultor da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Luiz Carlos Meister e o responsável pela unidade regional do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) alertam produtores, confinadores, certificadoras e até as revendedoras de produtos agropecuários sobre a importância do cumprimento do prazo à risca. “Os produtores precisam agilizar o processo de migração porque se eles deixarem para o final do ano, o sistema pode não suportar a demanda não só de Mato Grosso, mas de todo o país”, explicou Meister.

“Estamos muito preocupados. Somos um grande centro de comercialização de gado com cerca de 500 mil cabeças e se não cumprimos as exigências teremos problemas para colocar o nosso produto no mercado”, ressaltou o presidente do sindicato rural, Tarcísio Cardoso Tonhá. A expectativa do sindicato é reunir mais de 100 pessoas. O alerta também já foi dado pela Federação em Cuiabá, Mirassol dOeste e Pontes e Lacerda.





Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/206788/visualizar/