Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Polícia Brasil
Segunda - 13 de Agosto de 2007 às 15:31

    Imprimir


O ex-deputado federal Lino Rossi (PP) foi preso nesta segunda à tarde, no aeroporto de Brasília. Ele estava se preparando para retornar a Cuiabá quando, às 15h15, foi interceptado por seis agentes da Polícia Federal, que deram voz de prisão ao ex-parlamentar. Rossi é um dos acusados de envolvimento na máfia das sanguessugas e, inclusive, de operar o esquema entre parlamentares e a empresa Planam, dos empresários Luiz e Darci Dedon, nos superfaturamento de compra de ambulâncias para prefeitos com emendas junto ao Orçamento Geral da União.

Assim que recebeu voz de prisão, Rossi foi acompanhado pelos agentes até o porta de entrada do aeroporto. Em seguida, o ex-parlamentar foi algemado, colocado numa viatura e conduzido à superintendência da Polícia Federal.

Ex-vereador por Cuiabá e candidato derrotado a prefeito de Várzea Grande em 2000, Lino Rossi foi deputado federal nas duas últimas legislaturas (1999-2003 e 2003-2007). Em 2002, Rossi ficou na suplência. Depois, ganhou a condição de titular com a eleição para prefeito da Capital do então deputado Wilson Santos. No ano passado, devido ao envolvimento do seu nome do esquema liderado pela família Vedoin, da empresa Planam, Lino Rossi desistiu de concorrer à reeleição.

Rossi chegou a ter o pedido de cassação aprovado pelo Conselho de Ética da Câmara. Seu processo, porém, não foi concluído. O mandato venceu primeiro. A máfia das sanguessugas pagava propina a parlamentares para que eles apresentassem emendas ao Orçamento da União destinando dinheiro público para a compra, por prefeituras, de ambulâncias superfaturadas.





Fonte: RD News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/212016/visualizar/