Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quinta - 09 de Agosto de 2007 às 09:20
Por: Diego Soares

    Imprimir


A sessão extraordinária que decide a cassação ou não do mandato do vereador, ex-presidente da Câmara, por Barra do Bugres, Orlando Cardoso Chaves, o Orlandinho, segue se arrastando para o terceiro dia com a leitura de todo o processo, contendo mais de 3 mil páginas. O início da extraordinária de ontem foi às 8h, sendo encerrada às 23h40. Hoje será retomada novamente às 8h, sem horário previsto para seu encerramento.

Enquanto isso a situação política em que aquele município se encontra é de total indefinição e expectativa. Acusações surgem de todos os lados envolvendo legisladores e também o chefe do Executivo. Nas eleições de 2004 Aniceto teve como vice o empresário Eurivaldo Duarte Silva, mais conhecido como Palito (atualmente do PSOL). Depois das eleições, prefeito e vice não se acertaram mais, iniciando uma interminável troca de acusações. Palito, que além de vice, ocupava o cargo de chefe do Departamento de Compras, pediu dispensa da função e na prática deixou a administração, não oficialmente, já que permanece ainda como vice. “Foi uma escolha dele. Ele pensa de uma forma, eu de outra, por isso que houve a ruptura. Mas eu não forcei nada. Nossas diferenças só foram percebidas depois das eleições. Ele recebe como vice, mas não faz absolutamente nada”, afirmou Aniceto.

Palito por sua vez acusa Aniceto de ser incompetente, chegando a afirmar que a atual administração é a pior da história. “Nunca houve e nunca haverá uma administração tão ruim quanto a de Aniceto”, enfatizou o vice-prefeito.





Fonte: Diário da Serra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/212727/visualizar/