Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Domingo - 05 de Agosto de 2007 às 23:31

    Imprimir


Brasília - As CPIs do Apagão Aéreo no Congresso vão iniciar investigações esta semana sobre a pilhagem de documentos e jóias das vítimas do acidente da Gol, como denunciou o jornal O Estado de São Paulo em sua edição de hoje. No Senado, o relator, Demóstenes Torres (PFL-GO), quer ouvir o que a Aeronáutica tem a dizer e chamar familiares das vítimas para levantar os casos de pilhagem. Na Câmara, o vice-presidente da CPI, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) quer saber quem era o responsável pelo local do acidente para convocá-lo e descobrir como aconteceram as pilhagens.

"É um absurdo, seja qual for a desculpa. Só mostra o descaso com as vítimas", afirmou Cunha. "Governo e Aeronáutica já deviam estar investigando. A atitude mais insensível possível nessa hora é a Aeronáutica querer se livrar da responsabilidade dizendo que outras pessoas manusearam os documentos", afirmou Demóstenes.

A reportagem mostrou que os familiares das vítimas do acidente aéreo, ocorrido em setembro do ano passado, não receberam de volta documentos importantes como carteiras de identidade, de motorista e CPF. Em muitos casos, bolsas e carteiras voltaram com carteirinhas de clubes e até mesmo talão de cheques ou dinheiro, mas nenhum documento. Também sumiram relógios, alianças e outras jóias, além de celulares. Em pelo menos um caso, o documento de uma vítima foi usado para abrir um financiamento falso em uma empresa de Brasília para a compra de um carro. Em outro, celular foi encontrado em um bairro da periferia do Rio de Janeiro.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, também cobrou a apuração de responsabilidades. "É uma denúncia impressionante. Um desrespeito absurdo que se faz com o cidadão brasileiro", disse Britto. "É preciso apurar urgentemente as responsabilidades de quem permite tamanho descalabro, não com a fixação de dia e hora, ma com a adoção de medidas punitivas severas."




Fonte: AE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/213360/visualizar/