Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Sábado - 30 de Junho de 2007 às 10:03

    Imprimir


No lugar do pesado Afonso, o lépido Alexandre Pato, do Inter. Em vez do burocrático Elano, o habilidoso corintiano Willian. Nas vagas de jogadores de poucos laços com times nacionais, como o lateral-direito Maicon, ídolos de algumas das maiores torcidas do país.

A seleção brasileira sub-20, que estréia neste sábado, contra a Polônia, no Mundial da categoria, tem atributos e características que muita gente gostaria de ver no time principal, que começou com derrota a Copa América.

Com espaço nos times principais de seus clubes pela enxurrada de transferências para o exterior (o que não acontecia há duas décadas), muitos dos garotos comandados pelo técnico Nelson Rodrigues já têm status de estrelas nacionais.

Com menos de seis meses de profissional, Alexandre Pato, na mira do Chelsea, é o maior astro do Internacional. Sem Willian, o Corinthians quebra a cabeça para conseguir armar as jogadas. O Flamengo até agora lamenta ter perdido o meia Renato Augusto para a seleção. A defesa palmeirense entrou em parafuso depois que David foi chamado para o time sub-20, assim como aconteceu com Edson e o Figueirense. O Grêmio cedeu Carlos Eduardo, um de seus principais destaques na Libertadores.

A lista de jovens astros no Canadá só não é maior porque o volante Lucas foi cortado por contusão durante a semana. O jogador, aliás, acaba de trocar o Grêmio pelo Liverpool. O caminho do exterior também deve ser tomado logo pelos ex-colegas do sub-20.

A presença estrangeira ainda é tímida no grupo que vai tentar o quinto Mundial da categoria para o Brasil. Dos 21 convocados, só 4 atuam no exterior.

Todos têm a missão de resgatar o domínio do futebol sub-20 para o Brasil, hoje nas mãos dos argentinos, que são os atuais campeões e vencedores em quatro das últimas seis edições. Os brasileiros, no entanto, levaram a melhor sobre os maiores rivais no último Sul-Americano, no Paraguai.

O Mundial sub-20 começa com seis grupos de quatro equipes cada um. Os dois primeiros de cada chave, além dos quatro melhores terceiros colocados, avançam às oitavas-de-final. A partir daí, até a decisão, serão realizadas partidas eliminatórias. A final está agendada para a cidade de Toronto, no próximo dia 22.





Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/219178/visualizar/