Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Sábado - 23 de Junho de 2007 às 09:05

    Imprimir


A companhia britânica Diabetology, junto com especialistas da Universidade de Cardiff, afirma que resolveu um problema importante relativo à insulina oral.

A companhia criou uma capa especial para a cápsula, que protege a insulina dos ácidos estomacais, permitindo que passe para o intestino delgado onde será absorvida.

Os pesquisadores vão apresentar os resultados de testes feitos em 16 pacientes para a Associação Americana de Diabetes.

Sem agulha

Os detalhes da pesquisa conduzida pelo médico Steve Luzio não podem ser revelados antes que ela seja apresentada. Os resultados da pesquisa devem mostrar que doses orais atingem as mudanças necessárias na forma como o corpo trata o açúcar do sangue para o tratamento do diabetes.

Os testes devem mostrar que a dose oral, tomada duas vezes por dia antes do café da manha e do jantar, controla os níveis de glicose, pelo menos em pacientes com diabetes tipo 2.

Outros cientistas também estão tentando criar formas de fornecer insulina via oral sem que ela seja processada no estômago. Pesquisadores de Taiwan estão usando compostos químicos encontrados em conchas de caranguejos para proteger o remédio.

E insulina inalada já está disponível para os diabéticos que têm fobia de agulhas ou pessoas que têm problemas graves para injetar a insulina.

A organização britânica Diabetes UK aprovou a pesquisa, mas afirmou que as descobertas ainda estão nos primeiros estágios e devem ser tratadas com cautela.

"Esta pesquisa ainda está nos estágios iniciais. Gostaríamos de ver mais resultados, como a medicação pode afetar pessoas com diabetes que estão em uma dieta normal", disse Iain Frame, gerente de pesquisa da organização.

"E também a pesquisa indica que uma grande quantidade de medicação é necessária para diminuir os níveis de glicose no sangue", acrescentou.

O grupo que precisa mais de insulina para controlar o açúcar no sangue é o de pessoas com diabetes do tipo 1.

Freqüentemente diabetes do tipo 2 pode ser controlada apenas com uma dieta especial ou medicamentos via oral. Apenas quando a doença progride é que o paciente poderá precisar de insulina.





Fonte: BBC Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/220220/visualizar/