Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Terça - 12 de Junho de 2007 às 07:43
Por: Oliveira Junior

    Imprimir


O Grupo Mônaco promove sábado(16), em Sinop, a palestra motivacional “Time de máquinas”, com o técnico da Seleção Portuguesa de Futebol, Luiz Felipe Scolari, também conhecido como Felipão. O treinador vai abordar temas que fazem parte de sua rotina nas grandes equipes de futebol, como o trabalho em equipe e a superação de limites. O objetivo é desvendar os segredos e estratégias de um time vitorioso. E de vitórias ele entende.

Em 40 anos de carreira (primeiro como zagueiro e depois como técnico), Felipão obteve mais de 20 títulos, sendo o mais importante a conquista do pentacampeonato como treinador da Seleção Brasileira em 2002 na Copa do Japão e da Coréia do Sul. No ano passado, ele conseguiu levar a Seleção Portuguesa, que treina desde 2003, até as semifinais da Copa da Alemanha. Seu contrato com os portugueses vai até julho de 2008.

A empresa que promove o evento atua, desde 2000, na distribuição de caminhões e ônibus Volkswagen, motocicletas Honda e pneus Michelin. Também desenvolve atividades de pesquisa genética e inseminação artificial, sendo referência nacional em manipulação genética da raça Nelore.

Fundado por Armindo Denardin em Belém (PA), o Grupo Mônaco está presente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do País. São cerca de 700 colaboradores, distribuídos em 18 empresas nos estados de Pará, Amapá, Piauí, Maranhão e Mato Grosso. No Estado, onde gera mais de 100 postos de trabalho, há a Mônaco Diesel em Cuiabá, que atua na distribuição de ônibus e caminhões, e filiais nos municípios de Rondonópolis e Sinop, onde funcionam seus Postos de Atendimento Mônaco Diesel (PAT).

Felipão

O gaúcho Luiz Felipe Scolari nasceu em Passo Fundo e tem 58 anos de idade. Em 1966, aos 17 anos, ele começou sua carreira no futebol como zagueiro nos times juvenis do Aymoré de São Leopoldo (RS). Apesar de não ser um jogador habilidoso, começou a se destacar dos demais devido a seu estilo aguerrido e de liderança, sendo sempre titular e capitão nos times por onde passou.

Como jogador atuou ainda no Caxias, Juventude e Novo Hamburgo, todos no Rio Grande do Sul, e no CSA de Alagoas, clube pelo qual conquistou seu único título como jogador: Campeão Alagoano de 1980. Foi na mesma equipe que, dois anos depois, Felipão pendurou as chuteiras e iniciou sua carreira como técnico.

Entre os times brasileiros pelos quais passou estão os gaúchos Juventude, Brasil de Pelotas, Pelotas e Grêmio. Ele também treinou o Coritiba (PR), o Criciúma (SC), o Goiás (GO), o Palmeiras e o Cruzeiro. No exterior, Felipão já comandou as equipes do Al Sabbab e Al Ahli, na Arábia Saudita; do Al-Qadsia, no Kuwait; e do Júbilo Iwata, no Japão.

Em 2001, foi escolhido para treinar a Seleção Brasileira que, sob seu comando, conquistou, no ano seguinte, o pentacampeonato na Copa do Japão e Coréia do Sul. Desde 2003, Felipão é o técnico da Seleção Portuguesa de Futebol, que foi vice-campeã da Eurocopa de 2004 e chegou às semifinais da Copa do Mundo da Alemanha no ano passado. Atualmente, os portugueses estão em segundo lugar no Grupo A da Eurocopa, cinco pontos atrás da Polônia. A última atuação da equipe de Felipão foi no dia 5 de junho, em um amistoso contra a seleção do Kuwait.

O brasileiro também acumula recordes: é o técnico mais vitorioso (33 vitórias) e com a maior invencibilidade (19 jogos) de Portugal. Ele é também o primeiro treinador da história das Copas do Mundo a obter 11 vitórias consecutivas: 7 pelo Brasil durante a Copa de 2002 e 4 pela Seleção Portuguesa em 2006. Em amistosos, ele dirigiu a seleção portuguesa contra a seleção brasileira em duas oportunidades, conseguindo levar Portugal à vitória em ambas as partidas: em 2003 por 2x1, e em 2007 por 2x0. Seu contrato com a seleção lusa vale até julho de 2008.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/222166/visualizar/