Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Domingo - 03 de Junho de 2007 às 11:25

    Imprimir


Muricy Ramalho vai mandar o São Paulo ao ataque. Depois de uma atuação criticada no clássico com o Palmeiras --principalmente pelo defensivismo da equipe-- o técnico testou formações que, ao menos no papel, mostram vontade ofensiva.

A defesa, no seu entendimento, está sólida. O grande problema é achar maneiras de encaixar o ataque --o que faz o São Paulo até cogitar a recontratação do atacante Luizão que, mesmo sem vínculo, hoje se recupera nas dependências do clube.

Numa mostra de que o técnico ainda tem dúvidas sobre a melhor escalação da equipe --dificuldade admitida durante a semana por jogadores como André Dias--, ao menos quatro atletas barrados há duas semanas retornam hoje.

São Aloísio, Richarlyson, Souza e Leandro. Ocorrerá também a entrada de Fredson, devido à ausência de Josué, que está na Europa com a seleção brasileira.

No último coletivo antes da partida de hoje, o treinador sacou Hernanes e colocou o curinga Souza como volante. Antes, havia a possibilidade de que Souza ficasse com a vaga de Ilsinho na ala direita. Richarlyson ganhou a vaga no trio de zagueiros, com a convocação de Alex Silva para a seleção.

No lugar de Hugo, Muricy pôs o atacante Leandro como meia. A idéia é fazer com que essa movimentação confunda a defesa do Paraná no Sul. O rival começa a rodada como líder do campeonato.

"O Leandro ali é bom porque ele se movimenta muito e confunde o adversário, abrindo espaços para o Dagoberto", afirma o treinador, que nos últimos jogos optara por barrar tanto o atacante quanto Souza.

Indagado sobre os motivos da volta de ambos os jogadores, Muricy foi enfático. "Foi porque eu decidi." Depois, mais relaxado, prosseguiu: "eles estão adquirindo a forma, mas a vida tem que continuar."

Ciente de que uma vitória hoje embola o campeonato, além de ajudar o time a galgar posições na tabela, Muricy tem esperança de que Dagoberto e Aloísio, que cumpriu suspensão contra o Palmeiras, mostrem um pouco do seu entrosamento da época de Atlético-PR.

Apostando nos avanços de Dagoberto pela esquerda, Muricy espera que Jorge Wagner cumpra um papel que estaria mais para meia do que para ala.

"Pela direita, nós temos o Ilsinho, que tem um bom drible e vai até a linha de fundo. Isso não é característica do Jorge Wagner, enquanto o Dagoberto divide o campo do meio para a esquerda", afirmou ele, sugerindo que seu time continuará mostrando a característica de bolas cruzadas na área.

PARANÁ Marcos Leandro; Daniel Marques, Neguette e Luis Henrique; Parral, Adriano (Xaves), Beto, Joelson e Márcio Careca; Vinícius Pacheco e Josiel.

Técnico: Pintado

SÃO PAULO Rogério; Miranda, André Dias e Richarlyson; Ilsinho, Fredson, Souza (Hernanes), Leandro e Jorge Wagner; Dagoberto e Aloísio.

Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Durival de Britto, em Curitiba Horário: 18h10

Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)





Fonte: Folha de São Paulo

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/223859/visualizar/